s
Ilustração mostra como pode funcionar Lojas Facebook Crédito: Divulgação/Facebook

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Facebook turbina lojas gratuitas com IA

O “modelo universal de reconhecimento de produto” poderá identificar todas as imagens de produtos que podem ser comprados e é a primeira etapa de implantação do Lojas do Facebook

Por Redação The Shift 20/05/2020

O Facebook está lançando um “modelo universal de reconhecimento de produto” que usa inteligência artificial para identificar bens de consumo, de móveis a moda rápida e carros velozes. É o primeiro passo para um futuro em que os produtos em todas as imagens em seu site possam ser identificados e potencialmente comprados.

O reconhecimento do produto é o primeiro de uma série de atualizações baseadas em IA que chegam às suas plataformas de comércio eletrônico em um futuro próximo, disse Mano Ver Paluri, chefe da Applied Computer Vision no Facebook, ao The Verge. Eventualmente, eles combinarão IA, realidade aumentada e até assistentes digitais para criar o que chama de experiência de compra “social-first”, base do Facebook Shops, lançado ontem em vários países, incluindo o Brasil, para atender pequenas empresas, facilitando a criação de lojas online na rede social e no Instagram. Aqui o nome é Lojas do Facebook.

A McKinsey estima que a Amazon, que recentemente implantou a IA para lidar com as consultas recebidas dos compradores, gere 35% de todas as vendas do seu mecanismo de recomendação de produtos. Além disso, a IA de startups como ModiFace, Vue.ai, Edited, Syte e Adverity já permite que os clientes experimentem tons de batom virtualmente, visualizem imagens de modelos em todos os tamanhos e identifiquem tendências e vendas ao longo do tempo.

Receba grátis nossa newsletter

Em tempo:

Quem deve ser o responsável pela governança da Inteligência Artificial?

Inteligência Artificial

Quem deve ser o responsável pela governança da Inteligência Artific...

Na opinião da indústria, a tarefa é do setor privado. Mas se ele não der conta do recado, então o melhor é que a responsabilidade seja igualmente dividida entre as empresas e os reguladores

Por Redação The Shift
Inteligência Artificial: principais tendências empresariais para 2021

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: principais tendências empresariais para 202...

As empresa estão aumentando os orçamentos de aprendizado de máquina, apesar de ainda não terem conseguido traduzir os investimentos crescentes em eficiência e escala

Por Redação The Shift
Redes neurais precisam dormir para evitar estresse

Inteligência Artificial

Redes neurais precisam dormir para evitar estresse

Redes neurais que imitam o cérebro biológico ficam instáveis após longos períodos de trabalho; ondas lentas ajudam o sistema a se estabilizar

Por Redação The Shift
DALL-E e CLIP: uma palavra pode gerar mil imagens

Inteligência Artificial

DALL-E e CLIP: uma palavra pode gerar mil imagens

Modelos de processamento da OpenAI são capazes de criar imagens a partir de textos e classificar imagens de um jeito que nunca se viu

Por Redação The Shift
Chatbot da Microsoft vai replicar pessoas reais (vivas ou mortas)

Inteligência Artificial

Chatbot da Microsoft vai replicar pessoas reais (vivas ou mortas)

Patente da empresa norte-americana revela plano para desenvolver sistemas de IA que imitem indivíduos específicos; uso final não foi especificado

Por Redação The Shift
É ético testar algoritmos em humanos?

Inteligência Artificial

É ético testar algoritmos em humanos?

Dra Clarissa Véliz, pesquisadora de ética em IA da Universidade de Oxford, defende que indústria adote padrões como os da medicina

Por Redação The Shift