s
Daniela Klaiman e Silvio Meira Palestrantes no Festival Oi Futuro, de julho de 2020
ENTREVISTA

Tempos virtuais e incertos. Será?

Uma conversa com a futurista Daniela Klaiman e com o professor Silvio Meira, cientista-chefe na The Digital Strategy Company, sobre os novos tempos.

Por Cristina De Luca 17/07/2020

A pandemia de Covid_19 nos colocou em um cenário complexo e incerto. Em um primeiro momento, pessoas, empresas e organizações encontraram no digital uma saída para responder aos desafios impostos pelo distanciamento social e a suspensão da maioria das atividades presenciais.

Aqueles que entenderam a necessidade de desaprender, se abrir ao fracasso, gerenciar a incerteza e fomentar culturas de experimentação constante conseguiram se adaptar melhor e até aproveitar as oportunidades. Mas será que a pandemia virou tudo de ponta-cabeça ou só apressou o inevitável? Para os dois entrevistados desta semana (pois é, DOIS!) a segunda alternativa é que está valendo.

"A única coisa que aconteceu foi a aceleração. Tudo que foi previsto foi acelerado. Fora isso, não houve grandes novidades", garante Daniela Klaiman, futurista, formada pelo Transdiciplinary Innovation Program da Universidade de Jerusalém, e especialista em comportamento do consumidor.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Eles apostam alto no fruit-based

Entrevista

Eles apostam alto no fruit-based

Le Mendes e Pedro Ian estão emprenhados em transformar a Fábrica Meatz em uma das maiores foodtechs brasileiras, com produtos disruptivos e inéditos, como a recém-lançada carne louca de jaca

No will bank, a meta é mudar a relação entre pessoas e bancos

Entrevista

No will bank, a meta é mudar a relação entre pessoas e bancos

O banco digital quer que o mundo das finanças deixe de ser um bicho de sete cabeças ao resolver os problemas de quem tem conta e também dos desbancarizados

Por Marina Hortélio
Da fazenda de cogumelos à transformação digital dos documentos

Entrevista

Da fazenda de cogumelos à transformação digital dos documentos

Orlando Souza, CEO da Iron Mountain, conta como a empresa, de 70 anos, está usando IA para extrair valor da informação escondida em mais de 50 tipos de formatos

Por Silvia Bassi
A meritocracia é uma farsa (mas não precisa ser)

Entrevista

A meritocracia é uma farsa (mas não precisa ser)

Daniel Markovits aponta o que está errado no sistema meritocrático e diz que a meritocracia pode ser revista para deixar de ser uma ferramenta de exclusão

Um amigo do clima, acima de tudo

Entrevista

Um amigo do clima, acima de tudo

Impulsionar a transição para uma economia de baixo carbono, usando tecnologias desenvolvidas no Brasil, é o propósito que move Felipe Bittencourt à frente da B-Corp WayCarbon

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio