s
A professora Débora Garofalo, a primeira brasileira a ficar entre os dez mais do Prêmio Global Teacher Prize, o Nobel da Educação Crédito: Divulgação/Varkey Foundation
INOVAÇÃO

Robótica para uma educação humanizada

Primeira brasileira a figurar na lista dos dez mais do Global Teacher Prize, o Nobel da Educação, Débora Garofalo agora leva o projeto de robótica com sucata para a rede estadual de São Paulo

Por João Ortega 28/08/2020

Em uma escola pública na Zona Sul de São Paulo, estudantes do ensino fundamental transformam lixo recolhido das ruas da comunidade onde vivem em protótipos de robôs. O projeto interdisciplinar na educação básica levou a professora Débora Garofalo a ficar entre as dez finalistas do milionário prêmio Global Teacher Prize no ano passado.

Unir tecnologia e sustentabilidade, resolver um problema real da sociedade e aumentar a autoestima das crianças são só algumas das virtudes do trabalho idealizado por Débora em 2015. A iniciativa rendeu 13 premiações nacionais e internacionais, aumentou o desempenho da escola no IDEB em um ponto, diminuiu em 93% a evasão escolar e retirou mais de uma tonelada de lixo das ruas.

Hoje, Débora Garofalo é responsável por gerir o ensino de tecnologia na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (SEE SP), onde impacta diretamente a vida de 2,5 milhões de estudantes por meio do programa Inova Educação. A educadora defende a metodologia de resolução de problemas, inerente aos processos de inovação tecnológica, para transformar alunos em protagonistas do próprio aprendizado.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Quer inovar? Olhe para dentro

Inovação

Quer inovar? Olhe para dentro

Ao apostar no empreendedorismo interno, as empresas aproveitam o talento dos colaboradores e aumentam as chances de inovar de forma acelerada.

IA e a construção da estratégia

Inteligência Artificial

IA e a construção da estratégia

A IA estratégica é uma ferramenta que pode simplificar a vida dos executivos. Um meio de acelerar o impacto, lidar com disrupções e desbloquear novas oportunidades de mercado. Mas ela deve servir ao negócio e não o contrário.

IA Descentralizada e para as massas

Inteligência Artificial

IA Descentralizada e para as massas

No ano passado, a “descentralização” da IA permitiu que um conjunto mais amplo de empresas e indivíduos interagisse com modelos de aprendizado profundo, antes restritos a instituições com grandes conjuntos de dados. A DeAI estará...

Brasil pode ser um polo de deep techs

Inovação

Brasil pode ser um polo de deep techs

O Brasil tem potencial de ser destaque em alguns temas, como biodiversidade e saúde. É essencial aproximar a ciência do mercado e sistematizar uma estratégia para fomentar a formação de um ecossistema nacional de soluções.

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

Inteligência Artificial

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

A partir de 2023, o relógio acelerará. Ferramentas de IA baseadas em linguagem e imagem chegarão aos produtos muito rapidamente. Haverá avanços em direção à Inteligência Artificial Geral (AGI) e certamente veremos uma outra onda de...

Ficção científica, melhor que Power Point

Inovação

Ficção científica, melhor que Power Point

Neal Stephenson criou o termo e a ideia de metaverso em 1992 . Agora ele quer garantir que o futuro não seja distópico e que a Web3 seja realmente aberta. Para isso criou a Lamina1 e está montando uma nova blockchain