s
Dados coletados no mundo físico e digital podem gerar insights para as marcas Crédito: Pixabay

STARTUPS

Quer um marketing mais efetivo? Invista nos dados

Estratégias data-driven potencializam os resultados das empresas, mas as organizações ainda têm dificuldade em coletar e analisar informações

Por Marina Hortélio 31/08/2021

Todos os dias, nós geramos mais e mais dados, em um fluxo acelerado de digitalização que já vinha com força e apenas aumentou devido à pandemia. Esses dados estão nas compras, operações bancárias e nas ações de marketing – uma das áreas que se beneficiam dessas informações, formulando ações mais assertivas e personalizadas. Uma estratégia data-driven cria oportunidades para as marcas se conectarem com seus clientes e venderem mais como resultado. Nem todas as companhias sabem como aproveitar esses dados, seja por falta de capacidade de análise ou dificuldade de coleta. Só que aprender a navegar nesse oceano de informações tornou-se imperativo para todas as organizações.

“Hoje a jornada de consumo de uma pessoa está muito multidimensional. Então, as pessoas buscam na internet, nas redes sociais, assistem vídeos e pesquisam a reputação da empresa antes de fazer uma compra. O consumidor é uma parte ativa do processo de compra", afirma o CEO da PRTech Knewin, Lucas Nazário. Segundo ele, "está tudo indo para a internet e a quantidade de dados produzidos está aumentando”.

Os dados podem gerar insights para o mundo físico, como faz a startup brasileira Datlo, que recebeu um aporte de US$ 125 mil da aceleradora americana Y Combinator. Especializada em Geomarketing e Inteligência Geográfica, a empresa possui uma plataforma que aponta as melhores localidades para seus clientes apostarem em uma expansão, como onde abrir uma nova loja física, e informa como uma empresa deve atuar em um local em que já está instalada. Um banco, por exemplo, pode focar em certos serviços, de acordo com o perfil dos moradores da região da agência.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Entrevista

"O máximo da confiança é o cliente deixar a gente escolher o tomate...

Na Cornershop by Uber, diz Cristina Alvarenga, head da companhia no Brasil, a ideia é que a tecnologia precisa funcionar para viabilizar a experiência humana que existe em cada compra.

Por Silvia Bassi

Entrevista

"Você pode fazer milagres com apenas um smartphone"

Rodrigo Teijeiro, fundador e CEO da fintech RecargaPay, é o primeiro empreendedor em uma família de acadêmicos. Fez economia, mas escolheu usar a internet para quebrar regras e ajudar pessoas.

Por Silvia Bassi
“Precisamos entender e controlar os algoritmos”

Inteligência Artificial

“Precisamos entender e controlar os algoritmos”

A cineasta Shalini Kantayya fala sobre o que aprendeu com o documentário “Coded Bias”, que explora os efeitos do viés algorítmico

Por Redação The Shift