s
Crédito: Fernando Zimilaiceia/Pixabay

HEALTHTECH

Por que vacinar o mundo todo vai ser tão difícil e caro

Mesmo com a colaboração de organizações internacionais, a falta de equipes treinadas e de locais para estocar as vacinas de forma adequada são barreiras que talvez nem Bill Gates consiga ultrapassar

Por Nicole Hassoun, The Conversation 10/11/2020

As doenças infecciosas não respeitam fronteiras.

Estima-se que 3 bilhões de pessoas em países de baixa renda na África, Ásia e América Latina provavelmente não terão acesso a uma vacina para Covid-19 por anos após ela estar disponível. Em países pobres, muitas comunidades carecem dos profissionais de saúde necessários para administrar as vacinas, bem como a capacidade de manuseá-las de maneira adequada, mantendo-as em temperaturas extremamente baixas.

Como bioeticista que estuda o acesso global a medicamentos essenciais, estou monitorando de perto o que os países ricos, fundações e organizações internacionais estão fazendo sobre este problema.

Covax

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

Foque na correção dos modelos de dados que a pandemia quebrou

Inteligência Artificial

Foque na correção dos modelos de dados que a pandemia quebrou

Em alguns casos será preciso refazer alguns algorítmicos baseados no princípio de que padrões e comportamentos do passado se repetem no futuro. Em outros, recalibrar a série histórica

Por Cristina De Luca
Na pandemia, a tecnologia é empática

Entrevista

Na pandemia, a tecnologia é empática

Em entrevista exclusiva, Tiffany Apczynski, VP da Zendesk, fala do seu projeto Empathy Labs, com a IDEO, e lembra que a tecnologia é o elo que pode e deve gerar empatia quando falta contato humano

Por Sílvia Brassi
Vigilância genômica na linha de frente

Entrevista

Vigilância genômica na linha de frente

A cientista e bioquímica Jaqueline Góes defende a importância da popularização do conhecimento científico para o futuro da nossa sociedade, e da vigilância genômica como ferramenta de prevenção para futuras epidemias

Por Cristina De Luca