s
Crédito: Reprodução/YouTube
INOVAÇÃO

Os consumidores dão mais valor para um produto ao tocá-lo virtualmente

Com o boom do e-commerce, os pesquisadores estudaram o efeito do toque virtual por meio da realidade virtual para descobrir como isso pode impactar as vendas online.

Por Andrea Luangrath, The Conversation 14/12/2021

Os consumidores que veem um produto à venda sendo virtualmente tocado ficam mais engajados e dispostos a pagar mais do que se o item fosse exibido por conta própria, de acordo com uma pesquisa recente de minha co-autoria.

Economistas comportamentais já mostraram que as pessoas valorizam mais os objetos se forem seus donos, um conceito conhecido como "efeito dotação". Os profissionais de marketing descobriram que esse sentimento de propriedade pode ocorrer mesmo quando o consumidor apenas toca em algo em uma loja.

Com os americanos comprando uma quantidade recorde de coisas online, eu me perguntei se o toque virtual também influencia a forma como os consumidores percebem e avaliam os produtos. Para descobrir, me juntei aos pesquisadores de marketing Joann Peck, William Hedgcock e Yixiang Xu e realizei uma série de estudos.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Inovação

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Com mais maturidade digital, as pequenas e médias empresas brasileiras podem beneficiar ainda mais a economia. As startups trazem as soluções para apoiar a digitalização

Generative Tech, o novo Eldorado 

Inteligência Artificial

Generative Tech, o novo Eldorado 

A nova queridinha do Vale do Silício está varrendo os recursos dos Venture Capitalists e se desenvolvendo numa velocidade não prevista pelos analistas. Prepare-se para encarar uma tecnologia que nos levará muito além da IA generativa n...

Um mapa para a nova era

Inovação

Um mapa para a nova era

O artigo “On the cusp for a New Era”, publicado pelo McKinsey Global Institute esta semana, propõe uma reflexão se – em um cenário aparentemente distópico - encontraremos o próximo motor de produtividade para impulsionar o cresci...

Texto para vídeo, a próxima fronteira

Inteligência Artificial

Texto para vídeo, a próxima fronteira

Ainda nem nos recuperamos do espanto dos sistemas de IA generativa que produzem imagens a partir de textos e já ingressamos na próxima fronteira: a criação de vídeos a partir de textos

Com Oxygea, a Braskem mira no futuro

Inovação

Com Oxygea, a Braskem mira no futuro

O hub foi criado como uma empresa apartada da Braskem, mas apoia o desenvolvimento de startups capazes de solucionar os desafios ambientais da incumbente.

Nem sempre a IA funciona. Por que?

Inteligência Artificial

Nem sempre a IA funciona. Por que?

É possível resumir o que a inteligência de máquina faz muito bem com três Ps: padrões, probabilidades e performance. O problema é a falta de compreensão das características básicas do problema de negócios.