s
O empreededor britânico Richard Branson, do grupo Virgin, na sede da Virgin Galactic, que pretende levar turistas ao espaço Crédito: Virgin Galactic

LIDERANÇA

O modo como um CEO se comunica diz tudo sobre liderança

Diante da necessidade de manter suas equipes engajadas, muitos líderes de negócios tropeçam em armadilhas como falta de clareza ou simplesmente preferem não dizer nada

Por Cristina De Luca 21/04/2020

O coronavírus colocou os líderes de negócios em uma posição crítica. Eles têm responsabilidades consideráveis com seus clientes, parceiros, acionistas, mas principalmente com os funcionários. Dados da Forrester revelam que os funcionários confiam mais em seus empregadores como fonte de informações sobre a Covid-19 do que em governos e sites de mídia social.

CEOs e líderes em geral têm importantes papéis a desempenhar nesse momento de crise. Mas muitos parecem perdidos diante da necessidade de manter a tropa engajada e confiante. Este artigo publicado pela The Conversation revisou 21 estudos acadêmicos sobre comunicação de liderança executiva e analisou 12 estudos setoriais relacionados à comunicação organizacional e de liderança durante a pandemia. E apontou os cinco requisitos mais importantes: transparência, autenticidade, empatia, humanidade e otimismo.

Quem seguiu essa cartilha? Os CEOs da Marriott, Arne Sorenson, da Microsoft, Satya Nadella, o da Levi Strauss, Chip Bergh, e muitos outros. Nós recomendamos muito a leitura da carta do CEO do Virgin Group, Richard Branson. “Sei o quanto vocês se importam com seu trabalho, suas empresas e, principalmente, um com o outro, então pensei que era importante que todos soubessem os fatos reais. Nas cinco décadas em que estive nos negócios, esse é o momento mais desafiador que já enfrentamos. Do ponto de vista comercial, os danos a muitos não têm precedentes e a duração da interrupção permanece preocupantemente desconhecida”, diz.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Abes SW Conference dia 3: as pessoas são a chave da transformação digital

Inovação

Abes SW Conference dia 3: as pessoas são a chave da transformação d...

Grande parte dos profissionais brasileiros ainda precisam desenvolver as habilidades necessárias na nova economia, mas é possível solucionar esse problema com parcerias e um foco na rede pública de ensino.

Por Marina Hortélio
Abes SW Conference dia 1: sem inovação não há resiliência

The Shift

Abes SW Conference dia 1: sem inovação não há resiliência

No evento gratuito, os convidados também apontaram que saber trabalhar com parceiros, como as startups, é um ponto chave para criar uma empresa mais inovadora

Por Marina Hortélio
A neurodiversidade pode ser um ponto forte nas empresas

Carreira

A neurodiversidade pode ser um ponto forte nas empresas

Pessoas com habilidades cognitivas diferentes podem se tornar extremamente produtivas com um ambiente de trabalho desenhado para acomodar suas diferenças

Por Miriam Moeller, Dana L. Ott e Emily Russo, The Conversation
Ser ágil é para todas as empresas?

Gestão

Ser ágil é para todas as empresas?

Em um cenário de transformação digital acelerada, o Agile pode fazer a diferença e empurrar a inovação mesmo com orçamentos mais enxutos

Por Soraia Yoshida
Comunicação: um emoji pode significar várias coisas (depende da sua idade)

Carreira

Comunicação: um emoji pode significar várias coisas (depende da sua...

O emoji que você coloca em suas mensagens pode significar algo bem diferente para a Geração Z

Por Soraia Yoshida
O design de produtos de IA é diferente. Por quê?

Inteligência Artificial

O design de produtos de IA é diferente. Por quê?

Entre outros motivos, porque os designers precisam ajudar os desenvolvedores a entender o potencial das soluções e seu impacto na vida das pessoas. Sobretudo os impactos negativos

Por Cristina De Luca