s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Movimento no-code está democratizando a Inteligência Artificial

Permitir que profissionais das áreas de negócio sem conhecimentos técnicos criem seus próprios modelos, de forma rápida e eficiente, é uma tendência sem volta

Por Cristina De Luca 24/03/2021

No-code AI ainda é um mercado em crescimento, que vem sendo apontado como uma das tendências mais promissoras para 2021. Novas ofertas estão surgindo, permitindo que profissionais, sem conhecimentos técnicos, criem seus próprios modelos e aplicações, destravando o poder a Inteligência Artificial para os negócios.

Seu principal benefício é a velocidade. Construir modelos de IA requer tempo, esforço e experiência. As ferramentas No-code AI _ muitas delas visuais, do tipo drag and drop _ são capazes de reduzir esse tempo para minutos, permitindo que as empresas adotem facilmente modelos de aprendizado de máquina em seus processos.

Outro benefício importante é a economia. As empresas passam a necessitar de menos cientistas de dados quando podem fazer com que seus usuários de negócios criem modelos de aprendizado de máquina.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

No-Code e o Low-Code conquistam a IA

Inteligência Artificial

No-Code e o Low-Code conquistam a IA

Implementar soluções baseadas em Inteligência Artificial em todos os departamentos ajuda qualquer equipe a obter mais com maior eficiência.

Por Redação The Shift
Ingressamos na Bioinformation Age, avisa Amy Webb

Inteligência Artificial

Ingressamos na Bioinformation Age, avisa Amy Webb

E isso exigirá de nós maior cuidado e responsabilidade com as tecnologias ao nosso dispor. Sobretudo com a Inteligência Artificial e os sistemas de monitoramento e reconhecimento de tudo e todos

Por Cristina De Luca
AutoML muda o jogo da Ciência de Dados

Inteligência Artificial

AutoML muda o jogo da Ciência de Dados

Sem a Ciência de Dados, as empresas não conseguem obter valor dos dados de que dispõem. Mas não há cientistas de dados suficientes para todos. O que fazer? Automatizar

Por Cristina De Luca