s
Crédito: Shutterstock
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

AutoML muda o jogo da Ciência de Dados

Sem a Ciência de Dados, as empresas não conseguem obter valor dos dados de que dispõem. Mas não há cientistas de dados suficientes para todos. O que fazer? Automatizar

Por Cristina De Luca 18/08/2020

Aos poucos, as ferramentas de Aprendizado de Máquina Automatizado, comumente chamadas de AutoML, estão livrando as empresas da guerra por talentos nessa área. Embora essas ferramentas ainda não automatizem tudo, elas já são capazes de produzir modelos de aprendizado de máquina que funcionam bem o suficiente para gerar ROI.

O título cientista de dados geralmente se refere a um profissional com pós-graduação em ciência da computação e especialização em matemática, estatística, programação de computadores e conhecimento de negócios. Esses especialistas tendem a lidar com uma variedade de tarefas críticas para projetos de analítica corporativa, como coleta, limpeza e organização de grandes e variados conjuntos de dados; projetos e testes de algoritmos; construção e implantação de soluções baseadas em aprendizado de máquina; análise de dados para padrões; e comunicação das descobertas às partes interessadas do negócio.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Inteligência Artificial

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Seus benefícios comerciais, independentemente do setor, continuarão a impulsionar a adoção

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

Inteligência Artificial

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

À medida que a adoção da IA ​​aumenta rapidamente, é fundamental que a ética da IA ​​progrida de teorias abstratas para práticas concretas, sob a batuta dos executivos das áreas de negócios

Personalização e IA andam de mãos dadas

Inteligência Artificial

Personalização e IA andam de mãos dadas

A tecnologia ajuda a compreender as necessidades específicas de cada consumidor e a estabelecer uma comunicação direta e eficaz, para melhorar o relacionamento entre marca e cliente

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

A ética dos dados, a ética dos algoritmos e a ética das práticas devem embasar as propostas de legislação que busquem provocar a internalização de conceitos de “certo” ou “errado”

Por Gustavo Artese*, especial para The Shift
NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Inteligência Artificial

NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Frequentemente visto como um problema técnico, estudo reconhece que grande parte do problema decorre de vieses humanos, sistêmicos e institucionais. E aponta formas de resolvê-los

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

E o caminho pode estar na maior conscientização das lideranças executivas sobre os benefícios da tomada de decisão aprimorada pela tecnologia