s
Mais capital na mão das startups é sinônimo de mais aquisições Unsplash/Blogging Guide
INOVAÇÃO

M&A: as startups vão às compras

No primeiro semestre de 2021, as startups ultrapassaram as empresas tradicionais na quantidade de fusões e aquisições de startups pela primeira vez

Anúncios de fusões e aquisições não faltam no ecossistema brasileiro de inovação. O mercado nacional de M&As está aquecido, como aponta a consultoria Transactional Track Record (TTR): até outubro de 2021, foram registradas 1.981 transações do tipo, com uma movimentação total de R$ 435,3 bilhões. O destaque é para o setor de Setor de Tecnologia, responsável por 733 operações. As startups são um alvo das compras, mas também surgem como grandes compradoras. O Distrito aponta que 54% dos 113 M&As de empresas de tecnologia ocorridos no primeiro semestre foram entre startups. Essa foi a primeira vez que as organizações tradicionais não foram as maiores compradoras de startups.

As startups ganham força no mercado de fusões e aquisições brasileiros graças ao bom momento do ecossistema nacional de inovação e a digitalização da economia. Até outubro, foram investidos US$ 8,01 bilhões em empresas de tecnologia brasileiras, de acordo com o "Inside Venture Capital Report", do Distrito. O volume supera em 120% o total de 2020, quando foram captados US$ 3,65 bilhões. Se trata de um ciclo positivo para essas companhias, em que mais capital injetado no mercado cria melhores soluções, fomenta novos empreendedores e deixa mais caixa disponível para compras.

“As empresas de tecnologia estão cada vez mais capitalizadas e buscando um crescimento mais acelerado. O M&A entre startups é uma tendência porque quanto mais liquidez e caixa as empresas de tecnologia tiverem, mais terão apetite por novas aquisições e novos investimentos”, analisa Gustavo Gierun, cofundador do Distrito.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Tendências

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Segundo a empresa de pesquisas Canalys, é formado por 223 startups e empresas movimentaram US$ 3,9 bilhões em vendas de software, em 2021 e têm US$ 8,9 bilhões projetados para 2027

Nem sempre a IA funciona. Por que?

Inteligência Artificial

Nem sempre a IA funciona. Por que?

É possível resumir o que a inteligência de máquina faz muito bem com três Ps: padrões, probabilidades e performance. O problema é a falta de compreensão das características básicas do problema de negócios.

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Tendências

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Às 3h59 da madrugada de 15 de setembro, aconteceu finalmente o encerramento do "The Merge", a grande fusão da rede blockchain Ethereum. A maior mudança é com relação ao PoS (proof-of-stake ou prova de participação) e os mineradores...

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

Tendências

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

O atendimento remoto já era praticado, mas regulamentação deve fazer o modelo evoluir. Novas oportunidades de negócio foram criadas.

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

Inovação

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

O ex-CTO da NASA e CEO da Space Tech Astra, Chris Kemp, acredita que é necessário criar uma economia espacial aberta, na qual colaborações inventivas a tornem livre e competitiva.

Por Linda Lacina | Fórum Econômico Mundial