s
Mais capital na mão das startups é sinônimo de mais aquisições Unsplash/Blogging Guide
INOVAÇÃO

M&A: as startups vão às compras

No primeiro semestre de 2021, as startups ultrapassaram as empresas tradicionais na quantidade de fusões e aquisições de startups pela primeira vez

Anúncios de fusões e aquisições não faltam no ecossistema brasileiro de inovação. O mercado nacional de M&As está aquecido, como aponta a consultoria Transactional Track Record (TTR): até outubro de 2021, foram registradas 1.981 transações do tipo, com uma movimentação total de R$ 435,3 bilhões. O destaque é para o setor de Setor de Tecnologia, responsável por 733 operações. As startups são um alvo das compras, mas também surgem como grandes compradoras. O Distrito aponta que 54% dos 113 M&As de empresas de tecnologia ocorridos no primeiro semestre foram entre startups. Essa foi a primeira vez que as organizações tradicionais não foram as maiores compradoras de startups.

As startups ganham força no mercado de fusões e aquisições brasileiros graças ao bom momento do ecossistema nacional de inovação e a digitalização da economia. Até outubro, foram investidos US$ 8,01 bilhões em empresas de tecnologia brasileiras, de acordo com o "Inside Venture Capital Report", do Distrito. O volume supera em 120% o total de 2020, quando foram captados US$ 3,65 bilhões. Se trata de um ciclo positivo para essas companhias, em que mais capital injetado no mercado cria melhores soluções, fomenta novos empreendedores e deixa mais caixa disponível para compras.

“As empresas de tecnologia estão cada vez mais capitalizadas e buscando um crescimento mais acelerado. O M&A entre startups é uma tendência porque quanto mais liquidez e caixa as empresas de tecnologia tiverem, mais terão apetite por novas aquisições e novos investimentos”, analisa Gustavo Gierun, cofundador do Distrito.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

O grande desperdício SaaS

Mercado

O grande desperdício SaaS

O software engoliu o mundo, e o SaaS está comendo cada vez mais pedaços da pizza do mundo cloud, especialmente porque basta um cartão de crédito para ativar recursos corporativos extremamente interessantes

Três tipos de inovação

Inovação

Três tipos de inovação

Daniel Sabbah, um dos autores do livro "The Heart of Innovation", explica a diferença entre inovação e invenção e os tipos de inovação nos quais investir e o porquê.

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos na TecBan

Inovação

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos...

A ATMosfera Venture foi criada para desenvolver negócios multissetoriais que possam contribuir para as transformações do ecossistema financeiro brasileiro.

Por Marcos Aurélio Pedroso *
Viagens e turismo em modo futuro

Inovação

Viagens e turismo em modo futuro

Um denso estudo produzido pela Design Hotels, em parceria com a SOON Future Studies, mergulha no cruzamento da tecnologia, com a mudança do comportamento das pessoas sobre viagens, turismo e hospedagem, para traçar um panorama interessan...

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Startups

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Scale-ups são startups que chegaram à vida adulta e crescem, no mínimo 20% ao ano, sua receita recorrente. Sua habilidade de escalar os negócios merece ser estudada pelas empresas tradicionais, já que apenas uma em cada 200 startups ch...

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Tendências

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Relatório aponta tendências que merecem um olhar atento da parte da iniciativa privada e do setor público. Na lista há velhos conhecidos como DeFi, e coisas revolucionárias, como upcycling.