s
ENTREVISTA

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Para a brasiliense Viviane Cabral, CEO da Zinng, está mais que na hora das empresas brasileiras se conscientizarem que investir em eficiência energética é investir em aumento de produtividade

Cinco minutos de conversa com Viviane Cabral são suficientes para perceber que essa contadora, formada pela Universidade Federal do Tocantins, e a jovem empresa que ajudou a fundar, a Zinng Tech, são o avesso da imagem conservadora e tecnocrática que caracteriza o setor elétrico brasileiro, ainda dominado por engenheiros eletricistas.

Viviane é jovem e arrojada. A Zinng, como o próprio nome sugere, sinônimo de vitalidade ou entusiasmo. No caso, entusiasmo com um tema atualíssimo: a eficiência energética.

Mais do que uma ESCO (Energy Services Company), a empresa atua como uma fintech de energia, explica Vivi, como é carinhosamente chamada pelos sócios.  “A gente acaba financiando a economia de energia para o cliente. Nos comprometemos com a entrega dessa economia, através da implementação de projetos de eficiência energética. Transformamos energia em dinheiro”, diz.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A crise energética tem jeito. As soluções passam pelo digital

Tendências

A crise energética tem jeito. As soluções passam pelo digital

Agora é a hora de investir em colaboração, inovação e, principalmente na transformação digital que pode alavancar o uso, a gestão e a criação de uma nova a matriz energética, mais limpa

Por Cristina De Luca
Como descarbonizar o transporte pesado

Inovação

Como descarbonizar o transporte pesado

O transporte de cargas pesadas constitui apenas 1% da frota, mas é responsável por 25% das emissões rodoviárias globais

Por Amina Hamidi e Enrique Meroño, World Economic Forum
Como anda a sua pegada de carbono?

O Shift da Questão

Como anda a sua pegada de carbono?

A frase "Onde é que nós vamos parar?" não foi feita para a questão da pegada climática, mas bem que poderia

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
Emergência climática: se não formos todos juntos, a gente não chega

Entrevista

Emergência climática: se não formos todos juntos, a gente não cheg...

Para Ilan Cuperstein, vice-diretor regional da rede global de cidades C40, as organizações e a sociedade precisam trabalhar pela adoção de ações para mitigar os impactos da crise climática

Por Soraia Yoshida
IA pode ajudar negócios a cortar 16% das emissões até 2025

Inteligência Artificial

IA pode ajudar negócios a cortar 16% das emissões até 2025

A IA pode ser empregada para programar uma linha de produção com a diretiva de reduzir ao máximo as emissões diretas

Por Redação The Shift
Tem um carro elétrico no seu futuro?

O Shift da Questão

Tem um carro elétrico no seu futuro?

Dentro de dez a quinze anos, há grandes chances que você esteja dirigindo ou de carona em um carro totalmente elétrico – próprio, compartilhado ou alugado

Por Silvia Bassi e Soraia Yoshida