s
Crédito: Pexels Pixabay
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Eficiência dos algoritmos e a Lei de Moore

Já sabemos que a proposição do co-fundador da Intel, Gordon Moore, funciona para circuitos integrados, mas e se funcionar também para o aprendizado de máquina?

A OpenAI está propondo uma nova forma de medir a eficiência dos algoritmos de Machine Learning (ou seja, como eles podem fazer mais com menos). Usando essa medida, eles mostram que a IA está se tornando mais eficiente em um ritmo perverso, capaz até de desafiar a Lei de Moore.

Em 1965, Gordon Moore, co-fundador da Intel, postou em seu artigo seminal que o número de transistores em um circuito integrado dobraria a cada dois anos, o que é conhecido como lei de Moore. Hoje, 50 anos após essa declaração, os processadores da Intel são capazes de oferecer um desempenho de 3500x do que poderia fazer em sua versão de 1965. Não houve nenhuma outra tecnologia que tenha melhorado a esse ritmo.

À medida que os processadores se tornaram mais leves e rápidos, o mundo dos computadores mudou drasticamente. Um subproduto muito importante dessa inovação é a formação da inteligência artificial como um domínio próprio. O avanço algorítmico também melhorou em um ritmo que ressoa o sucesso dos circuitos integrados. No entanto, ainda não falamos sobre algoritmos em termos de eficiência, como fazemos no contexto dos computadores clássicos. As métricas são geralmente medidas através da precisão ou de alguma pontuação.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Roadmap para tecnologias emergentes até 2023

Tendências

Roadmap para tecnologias emergentes até 2023

Como determinar os investimentos certos em tecnologia? Quais tecnologias emergentes podem fornecer à sua empresa uma vantagem competitiva? Pesquisa do Gartner responde.

IA Neuro-Simbólica: chegamos à terceira onda da Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

IA Neuro-Simbólica: chegamos à terceira onda da Inteligência Artifi...

A promessa é a de transcender os limites do Deep Learning e da IA Simbólica, aprendendo com conjuntos de dados de treinamento bem menores, tornando a aquisição de dados muito mais fácil

6 visões para o futuro do trabalho com impacto da IA

Tendências

6 visões para o futuro do trabalho com impacto da IA

As máquinas podem superar os humanos em todas as tarefas dentro de 45 anos e a questão agora é como apoiar uma força de trabalho e economia em constante mudança

Por Stuart Russell e Daniel Susskind, Fórum Econômico Mundial
Eles apostam alto no fruit-based

Entrevista

Eles apostam alto no fruit-based

Le Mendes e Pedro Ian estão emprenhados em transformar a Fábrica Meatz em uma das maiores foodtechs brasileiras, com produtos disruptivos e inéditos, como a recém-lançada carne louca de jaca

A Black Friday é a hora de colher os frutos das estratégias de IA

Inteligência Artificial

A Black Friday é a hora de colher os frutos das estratégias de IA

A inteligência artificial ajuda a oferecer uma melhor experiência para o consumidor por permitir que a marca conheça a fundo o cliente. Assim, as empresas se destacam da concorrência na Black Friday.

Por Marina Hortélio
Tendência do consumo híbrido exige estratégia omnichannel

Tendências

Tendência do consumo híbrido exige estratégia omnichannel

Pesquisa do PayPal aponta que as compras online vão continuar relevantes após a pandemia, por isso, as marcas precisam adotar uma estratégia multicanal

Por Marina Hortélio