s
Crédito: Pexels Pixabay
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Eficiência dos algoritmos e a Lei de Moore

Já sabemos que a proposição do co-fundador da Intel, Gordon Moore, funciona para circuitos integrados, mas e se funcionar também para o aprendizado de máquina?

A OpenAI está propondo uma nova forma de medir a eficiência dos algoritmos de Machine Learning (ou seja, como eles podem fazer mais com menos). Usando essa medida, eles mostram que a IA está se tornando mais eficiente em um ritmo perverso, capaz até de desafiar a Lei de Moore.

Em 1965, Gordon Moore, co-fundador da Intel, postou em seu artigo seminal que o número de transistores em um circuito integrado dobraria a cada dois anos, o que é conhecido como lei de Moore. Hoje, 50 anos após essa declaração, os processadores da Intel são capazes de oferecer um desempenho de 3500x do que poderia fazer em sua versão de 1965. Não houve nenhuma outra tecnologia que tenha melhorado a esse ritmo.

À medida que os processadores se tornaram mais leves e rápidos, o mundo dos computadores mudou drasticamente. Um subproduto muito importante dessa inovação é a formação da inteligência artificial como um domínio próprio. O avanço algorítmico também melhorou em um ritmo que ressoa o sucesso dos circuitos integrados. No entanto, ainda não falamos sobre algoritmos em termos de eficiência, como fazemos no contexto dos computadores clássicos. As métricas são geralmente medidas através da precisão ou de alguma pontuação.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Moldando o futuro

Inteligência Artificial

Moldando o futuro

Quer um futuro melhor? Faça, porque ficar esperando que ele aconteça por geração espontânea, só porque alguém previu, não dará boa coisa.

Vale a pena ser gentil com sua IA

Inteligência Artificial

Vale a pena ser gentil com sua IA

Gentileza gera gentileza, e aumenta a qualidade das respostas dos chatbots de IA, revelam pesquisadores da Waseda University

Três tipos de inovação

Inovação

Três tipos de inovação

Daniel Sabbah, um dos autores do livro "The Heart of Innovation", explica a diferença entre inovação e invenção e os tipos de inovação nos quais investir e o porquê.

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos na TecBan

Inovação

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos...

A ATMosfera Venture foi criada para desenvolver negócios multissetoriais que possam contribuir para as transformações do ecossistema financeiro brasileiro.

Por Marcos Aurélio Pedroso *
Viagens e turismo em modo futuro

Inovação

Viagens e turismo em modo futuro

Um denso estudo produzido pela Design Hotels, em parceria com a SOON Future Studies, mergulha no cruzamento da tecnologia, com a mudança do comportamento das pessoas sobre viagens, turismo e hospedagem, para traçar um panorama interessan...

É hora de usar KPIs inteligentes 

Inteligência Artificial

É hora de usar KPIs inteligentes 

O que os KPIs têm a ganhar com a IA? Muito, segundo mais dados do estudo do BCG e da MIT Sloan Review. A começar pelo fato de que passam a olhar para frente, em vez de medir o passado.