s
Foto: Toa Heftiba / Unsplash
TENDÊNCIAS

E lá vem o QR Code subindo a ladeira

O uso de códigos de barras 2D ganha espaço em diversas verticais e adesão pelos consumidores. Nos meios de pagamento, já movimenta US$ 2,4 trilhões globalmente

Por Silvia Bassi 09/06/2022

Em fevereiro deste ano, um comercial de 60 segundos da corretora de criptomoedas Coinbase, no intervalo do Super Bowl nos EUA, gerou 20 milhões de hits em um minuto, e literalmente derrubou o site montado para a promoção, que oferecia US$ 15 em bitcoin, de graça, para quem se inscrevesse em 48 horas. A única imagem era um QR Code quicando lentamente na tela, que ao ser capturado pelos smartphones levava ao site.

Sucessos de marketing à parte, o fato é que com 6,6 bilhões de smartphones ativos no mundo (dados da Ericsson) com capacidade de leitura de imagens, o código de barras bidimensional, mais conhecido como QR Code, vem ganhando espaço e adesão entre indústria, varejo, mercado financeiro, marcas e, principalmente, consumidores. Aproveitando, é bom saber que QR Code quer dizer Quick Response Code.

Mas como ele funciona?

Os códigos QR armazenam mais de 4.000 caracteres ou 7.000 números e são dez vezes mais rápidos de ler do que um código de barras tradicional. A maioria dos QR Code podem ser lidos mesmo se estiverem parcialmente danificados ou incompletos, pois os dados podem ser divididos em vários segmentos que reconstroem o conteúdo original quando digitalizados. A sua forma quadrada faz com que possam ser digitalizados e lidos na vertical ou na horizontal.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Pete Flint:

Entrevista

Pete Flint: "Leve sua empresa para as corredeiras"

Para o investidor de risco Pete Flint, general manager da NFX, as empresas tradicionais e startups precisam seguir os trechos de água rápida do mercado, porque lá estão as tendências de futuro

O que é CRISPR?

Tendências

O que é CRISPR?

A resposta simples? Uma tecnologia usada para editar genes e mudar o mundo! O CRISPR tem "impacto revolucionário nas ciências da vida", segundo o comitê do Prêmio Nobel, que concedeu às pesquisadoras o Nobel de Química, em 2020

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Tendências

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Segundo a empresa de pesquisas Canalys, é formado por 223 startups e empresas movimentaram US$ 3,9 bilhões em vendas de software, em 2021 e têm US$ 8,9 bilhões projetados para 2027

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Tendências

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Às 3h59 da madrugada de 15 de setembro, aconteceu finalmente o encerramento do "The Merge", a grande fusão da rede blockchain Ethereum. A maior mudança é com relação ao PoS (proof-of-stake ou prova de participação) e os mineradores...

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

Tendências

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

O atendimento remoto já era praticado, mas regulamentação deve fazer o modelo evoluir. Novas oportunidades de negócio foram criadas.

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.