s
Foto: Miguel A. Amutio - Unsplash

TENDÊNCIAS

Como pensar como um futurista?

Comece a se concentrar no agora. Futuristas trafegam por uma estrada multidisciplinar que combina olhar atento para os sinais do presente, ciência, informação, dados e novos modelos mentais.

Por Silvia Bassi 30/01/2021

Jogue fora a bola de cristal, o baralho de Tarot, as moedinhas de I Ching e as previsões de Nostradamus e trate de se concentrar no agora. Futuristas começam pelo presente para desenhar futuros possíveis, e fazem questão absoluta de dizer que não fazem previsões, fazem projeções. Usam a sabedoria que o escritor William Gibson resumiu muito bem em uma frase: "o futuro já está aqui, só não está distribuído uniformemente" .

Vou pedir licença para fazer uma analogia "fora da casinha" para explicar, mas pense que futuristas são como esponjas: absorvem todos os sinais ao seu redor, fazem um monte de perguntas, usam dados, notícias, informações, ciências exatas, ciências humanas, modelos de análise para filtrar os ruídos e depois aplicam muita imaginação e criatividade para tirar desse caldo cenários de futuro.

"Não somos ninjas", escreve Amy Webb, futurista quantitativa, fundadora do Future Today Institute (FTI), que usualmente aparece no topo dos rankings da categoria. Futuristas fazem projeções e não são profetas, diz Amy, explicando que o foco do seu trabalho é "criar um estado de prontidão para determinar ações estratégicas, para auxiliar na tomada de decisões, para construir planos de longo prazo ou simplesmente para imaginar estados futuros alternativos".

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Como futuristas podem impactar a indústria

Inovação

Como futuristas podem impactar a indústria

A maioria das grandes empresas possui um setor em que uma equipe de futuristas trabalha para antever cenários, tendências e produtos. Mas em muitos casos, só querem saber das tendências

Por Soraia Yoshida
Metodologias e ferramentas para pensar como um futurista

Tendências

Metodologias e ferramentas para pensar como um futurista

Da análise de sinais pouco perceptíveis à criação de cenários em meio à incerteza, entenda como profissionais realizam estudos de futuro

Por João Ortega
Ingressamos na Bioinformation Age, avisa Amy Webb

Inteligência Artificial

Ingressamos na Bioinformation Age, avisa Amy Webb

E isso exigirá de nós maior cuidado e responsabilidade com as tecnologias ao nosso dispor. Sobretudo com a Inteligência Artificial e os sistemas de monitoramento e reconhecimento de tudo e todos

Por Cristina De Luca