s
Unsplash/Martin Sanchez

SEGURANÇA

Brasil estagna no ranking de competitividade digital

O país se manteve na posição 51 no IMD World Digital Competitiveness Ranking 2021, que mede indicadores de conhecimento, tecnologia e prontidão futura.

A competitividade digital brasileira pode melhorar. O Brasil se manteve na posição 51 no grupo de 64 países ranqueados pelo "IMD World Digital Competitiveness Ranking 2021", do International Institute for Management Development, realizado em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC) - essa é a mesma colocação de 2020. A avaliação é que, dado o tamanho da economia nacional, o país deveria estar mais bem posicionado. Na América Latina, o Brasil aparece na segunda posição, atrás do Chile (39º). Em relação aos cinco países dos BRIC’S, a nação ocupa o segundo lugar, à frente apenas da África do Sul (60º).

Na visão do responsável pelo capítulo brasileiro do relatório do IMD, Carlos Arruda, que é professor de Inovação e Competitividade da FDC, o Brasil deveria estar listado na casa dos 30, como o Chile. A estagnação no ranking ocorreu apesar de melhorias, como o marco da melhor colocação da história no quesito conhecimento (51º). O relatório mede outros dois pontos: tecnologia e prontidão futura.

“A quantidade de pontos que o Brasil obteve esse ano é melhor que a do ano passado. O país melhorou, mas não foi suficiente. A gente vê retrocessos, mas também vemos avanços. As empresas estão mais conscientes do seu papel e mais orientadas a investir na requalificação dos profissionais para explorar melhor a tecnologia digital. Há a simplificação no marco regulatório, o país criou o Marco Legal das Startups , por exemplo. Então, a direção e as ações estão corretas, mas o Brasil precisa ser mais ágil no processo de digitalizar a sociedade e a economia para ganhar posições competitivas”, afirma Arruda.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Dados são a nova areia, provoca Tim O'Reilly

Tendências

Dados são a nova areia, provoca Tim O'Reilly

Nossos dados individuais não são tão valiosos. Reconhecer isso pode orientar como pensamos sobre seu uso indevido

O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

Inovação

O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

De olho em novos investidores, o BTG Pactual vai lançar uma plataforma de criptomoedas. É o primeiro banco nacional a fazer esse movimento, mas outros players estão de olho

Por Marina Hortélio
Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Inovação

Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Cada vez mais, os pequenos produtores africanos estão adotando tecnologia, o que pode destravar o potencial produtivo do continente.

Por Nita Bhalla, Thomson Reuters Foundation
Quanto o mundo perde com a falta de conexão para mulheres?

Economia

Quanto o mundo perde com a falta de conexão para mulheres?

A conectividade também esbarra em questões de gênero e impacta desenvolvimento, educação e empregos

Por Soraia Yoshida
A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio
A disrupção digital que já mudou os pagamentos chega aos seguros

Tendências

A disrupção digital que já mudou os pagamentos chega aos seguros

Os participantes desses ecossistemas serão definidos por sua força dentro de uma cadeia de valor hiperespecializada, se tornando cada vez mais orquestradores de soluções

Por Cristina De Luca