s
A Automação Inteligente aparece como uma das fortes tendências para 2022 Crédito: Shutterstock
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Automação Inteligente, robôs e empresas: como ficam os negócios

A automação inteligente apareceu em praticamente todas as listas de tendências para 2021 e segue presente nas listas de 2022

2022 está logo ali... e os robôs estão a caminho. Haverá ao menos um deles na sua vida, mesmo que para você IPA ainda seja só uma categoria de cerveja e RPA, um modelo de pagamento. Esses dois acrônimos prometem promover uma verdadeira revolução ao se integrarem cada vez mais à nossa rotina pessoal e profissional.

Intelligent Process Automation (IPA) é a combinação de tecnologias usadas para gerenciar e automatizar processos digitais. Entre elas — e, principalmente — a IA e a Robotic Process Automation (RPA). Com a pandemia e a subsequente necessidade de ganhos de produtividade, as empresas estão abraçando a automação como nunca. Quase sempre na forma de “bots”, encarregados da execução de atividades rotineiras, altamente repetitivas, e que não requerem raciocínio apurado, como revisar faturas, ler e-mails, tomar decisões sobre pedidos de empréstimo e se comunicar de maneira simples com os clientes.

Nos últimos anos, a convergência de automação de processos robóticos (RPA) , inteligência artificial e tecnologias de Internet das Coisas (IoT) se tornou uma realidade viável. Por conta disso, a automação inteligente apareceu em praticamente todas as listas de tendências para 2021 e segue presente nas listas de 2022, da Forbes Technology Council ao Gartner, passando pela MuleSoft. Aqui estão algumas estatísticas que comprovam as previsões mais otimistas:

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

IA Responsável: um caminho a percorrer

Inteligência Artificial

IA Responsável: um caminho a percorrer

Novas pesquisas mostram que, embora os líderes concordem que a IA responsável deve ser uma preocupação da alta administração, poucos priorizaram essas iniciativas. Por onde começar?

Nem sempre a IA funciona. Por que?

Inteligência Artificial

Nem sempre a IA funciona. Por que?

É possível resumir o que a inteligência de máquina faz muito bem com três Ps: padrões, probabilidades e performance. O problema é a falta de compreensão das características básicas do problema de negócios.

O que fazer quando você tem muitas ideias mas nunca termina nada?

Produtividade

O que fazer quando você tem muitas ideias mas nunca termina nada?

O que você faz quando está sobrecarregado com muitas ideias? Você os abandona ou termina o que começou?

Qual o futuro dos chatbots de IA?

Inteligência Artificial

Qual o futuro dos chatbots de IA?

E por que aqueles alimentados por grandes modelos de linguagem, apesar de mais capazes, ainda levarão algum tempo para chegar aos aplicativos comerciais?

CyberOne, o robô afetivo

Inteligência Artificial

CyberOne, o robô afetivo

Novo humanoide da Xiaomi reconhece mais emoções humanas. De acordo com a empresa, o CyberOne é capaz de saber, por exemplo, se uma pessoa está triste ou feliz e até consolá-la. Com isso, a Computação Afetiva atiçou a curiosidade...

Por Equipe THE SHIFT
Lideranças de dados e análises devem explorar mais a Causal AI

Inteligência Artificial

Lideranças de dados e análises devem explorar mais a Causal AI

O que significa ir além de previsões baseadas em correlação e investir nas prescrições baseadas em causalidade para melhorar a tomada de decisão