s
O método Reinforcement Learning from Human Feedback usa o feedback humano para ajustar os modelos de IA
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

As promessas e os perigos do ChatGPT

O ChatGPT é uma das tecnologias mais disruptivas já criadas e mostra o quão longe a Inteligência Artificial pode chegar. Mas ainda produz respostas erradas, tendenciosas, mas altamente confiáveis

Lançado há apenas seis dias pela OpenAi, o ChatGPT já tem mais de um milhão de usuários. Uma das tecnologias mais disruptivas já criadas está sendo adotada a um ritmo alucinante. A Internet vem fervilhando de empolgação com o modelo que, de fato, mostra o quão longe a Inteligência Artificial pode chegar. Para o bem e para o mal.

Nas últimas 72 horas, começaram a surgir as críticas. Duras. As mais frequentes referem-se ao ChatGPT como um mentiroso convincente, experiente e perigoso, que pode ser facilmente solicitado a reproduzir estereótipos ou fornecer instruções sobre como infringir a lei. A maioria, no entanto, acredita estar diante daqueles raros momentos na tecnologia em que é possível ter um vislumbre de como tudo será diferente partir dali. Entre adoradores e detratores, o modelo segue seu curso.

De fato, o ChatGPT está longe de ser perfeito. Mas sua capacidade de sustentar uma conversa e fornecer texto notavelmente inteligente e detalhado tem deixado muita gente de queixo caído. Os primeiros usuários descobriram uma miríade de capacidades impressionantes: escrever linhas de código; redigir um artigo de nível universitário; dar explicações na voz de um pirataescrever uma peça para piano no estilo de Mozart; encontrar bugs no código e explicá-losescrever letras de músicasescrever ensaios e dar feedback detalhado sobre elesatuar como uma máquina virtualnavegar na web para responder a perguntasargumentar como Donald Trump e muito mais. Sempre executado de forma rápida e coerente. O que é uma virtude e, também, o seu maior pecado.

Respostas incoerentes, tendenciosas ou equivocadas

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Reskilling: é possível criar um programa de requalificação que funciona?

Tendências

Reskilling: é possível criar um programa de requalificação que fun...

A requalificação deve se tornar uma tendência dominante entre as organizações, mas como garantir programas com melhores resultados para a empresa e para os colaboradores?

Co-Inteligência: o que é e como colaborar com a IA Generativa

Inteligência Artificial

Co-Inteligência: o que é e como colaborar com a IA Generativa

A Co-Inteligência gira em torno da colaboração entre a Inteligência Artificial e humanos, aproveitando os pontos fortes de cada um. Entenda

Inteligência Artificial: Foque no desempenho humano

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: Foque no desempenho humano

Uma nova pesquisa mostra que é preciso valorizar as habilidades exclusivas dos seres humanos para progredir no uso das tecnologias.

The Shift Especial Febraban 2024: Oito visões sobre o próximo nível

Tendências

The Shift Especial Febraban 2024: Oito visões sobre o próximo nível

Em parceria com a Embratel, a The Shift teve a oportunidade de conversar com oito lideranças femininas para discutir o próximo nível das tecnologias no setor financeiro.

10 Tecnologias emergentes que vão moldar o futuro

Inovação

10 Tecnologias emergentes que vão moldar o futuro

A lista de tecnologias inclui superfícies inteligentes e micróbios que capturam carbono. Veja um resumo do Relatório do Fórum Econômico Mundial

Inteligência Artificial: 10 tendências quentes para 2030

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: 10 tendências quentes para 2030

A nova pesquisa produzida pelo Ericsson ConsumerLab convidou 6.500 usuários pioneiros de IA para avaliar e identificar quais serão as principais tendências para a próxima década.