s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A automação inteligente acelera a transformação digital da Suzano

SARA, a robô de compras da companhia, é um case emblemático de como o pensamento estratégico, aliado à agilidade, open innovation e tecnologias emergentes, aumenta a produtividade

Os fornecedores estão encantados com a SARA. Ela é hoje o xodó das áreas de Suprimentos, Tecnologia e Inovação aberta da Suzano. Faz solicitações de cotações, análise e atualização de informações, follow up com fornecedores e emissão dos pedidos. E, desde junho, ganhou autonomia para compras de materiais elétricos com valores de até R$ 1 mil. Já transaciona 60% do volume comprado no segmento de MRO (materiais de manutenção e indiretos, tais como fios, lâmpadas e material de construção). A redução de custo proporcionada até junho deste ano foi de R$ 11,98 milhões, mesmo só tenso iniciado suas atividades no começo do ano. E a produtividade mais que dobrou, passando de 24,8 produtos em média por comprador por dia útil, para 63 produtos.

SARA é a compradora automatizada e autônoma da companhia. E embora o nome seja um acrônimo masculino - Serviço de Análise de Requisições Automatizado - internamente ela é mais identificada como a IA da área de suprimentos, desenvolvida em parceria com a 42 Codelab, startup referência em IA e Machine Learning no Brasil. Por isso "a" SARA, como é carinhosamente chamada.

Para entender o porquê da sua criação é preciso entender primeiro como era realizado o processo de compras da Suzano antes do projeto. Extremamente manual, com alta demanda de itens, ele dependia de uma equipe dedicada para realizar todo o processo operacional, despendendo tempo e recursos financeiros. "A ideia inicial era digitalizar o processo de compras para tirar o nosso pessoal do operacional e focar nas negociações estratégicas e nos grandes contratos", conta Viviane Danemberg, executiva responsável pela área de suprimentos e logística inbound da companhia. Além dissso, a tecnologia tem permitido a ampliação da base de fornecedores consultados, garantindo a isonomia do processo e sustentabilidade à cadeia.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Inovação

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Fechar parcerias com as startups é uma parte fundamental do processo de transformação digital do grupo

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

Inteligência Artificial

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

À medida que a adoção da IA ​​aumenta rapidamente, é fundamental que a ética da IA ​​progrida de teorias abstratas para práticas concretas, sob a batuta dos executivos das áreas de negócios

Personalização e IA andam de mãos dadas

Inteligência Artificial

Personalização e IA andam de mãos dadas

A tecnologia ajuda a compreender as necessidades específicas de cada consumidor e a estabelecer uma comunicação direta e eficaz, para melhorar o relacionamento entre marca e cliente

A startup brasileira na corrida pelo peixe cultivado

Inovação

A startup brasileira na corrida pelo peixe cultivado

Com o foco em 4 espécies, a Sustineri Piscis é a primeira foodtech brasileira a produzir pescado cultivado em laboratório

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Inovação

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Um professor de direito alerta que possuir um NFT de um item digital pode não ser suficiente para garantir a posse desse bem.

Por João Marinotti, The Conversation
Pill digitaliza a farmácia para gerar mais valor para o paciente

Inovação

Pill digitaliza a farmácia para gerar mais valor para o paciente

A digitalização das farmácias pode escalar um modelo de atendimento farmacêutico mais próximo e personalizado.