s
Crédito: Chloe Evans/Unsplash

ECONOMIA

Pandemia traz várias crises e muitos riscos

Um relatório do Fórum Econômico Mundial identifica quatro áreas de preocupação quando se pensa em análise risco, incluindo ansiedades sociais com riscos de perturbação social

Por Redação The Shift 25/05/2020

A história mostra que as pandemias podem levar a mudanças profundas, que não precisam ser necessariamente ruins se estivermos preparados para elas. No estágio atual, sobretudo aqui no Brasil, é difícil imaginar - e mesmo assim identificar - os muitos sinais positivos que emergem e com eles as oportunidades correspondentes. Da mesma forma, é difícil identificar os riscos.

Com base nas percepções de 350 dos principais profissionais de risco do mundo, em uma análise aprofundada das evidências e tendências iniciais e no conhecimento coletivo de sua equipe de Riscos Globais a de seus parceiros (Marsh & McLennan e Zurich Insurance Group), o Fórum Econômico Mundial elaborou o relatório “Preliminary Mapping and its Implications”, com o objetivo de aumentar a conscientização, promover um amplo debate e permitir melhor tomada de decisão.

Ele identifica quatro áreas principais de preocupação: (1) mudanças econômicas: riscos emergentes de mudanças estruturais; (2) contratempos de sustentabilidade: riscos emergentes de um progresso paralisado; (3) ansiedades sociais: riscos emergentes de perturbações sociais; e (4) dependência de tecnologia: riscos emergentes da adoção abrupta.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias

Futuro do trabalho: habilidades e empregos que estarão em alta

Inteligência Artificial

Futuro do trabalho: habilidades e empregos que estarão em alta

O relatório do WEF aponta que a pandemia acelerou os processos de adoção de novas tecnologias em várias frentes, o que deve levar ao fechamento de milhões de empregos

Por Soraia Yoshida
Fintechs lideram o cadastramento de chaves PIX

The Shift

Fintechs lideram o cadastramento de chaves PIX

Nubank, Mercado Pago e PagSeguro foram as instituições que mais registros fizeram, entre as 33,7 milhões de chaves contabilizadas pelo BC até esta quarta-feira

Por Redação The Shift
O valor comercial do Open Banking

Economia

O valor comercial do Open Banking

Dois modelos estarão em alta: o do banco como como plataforma e o Bank as a Service

Por Redação The Shift
5 motivos para fazer inovação aberta

Inovação

5 motivos para fazer inovação aberta

No Brasil, 83% das empresas acreditam precisar de inovação para se destacar no período pós-pandemia, porém apenas duas em cada dez já apresentam estratégias de associação com o ecossistema de startups

Por Redação The Shift
Estratégia sustentável na retomada da economia

Economia

Estratégia sustentável na retomada da economia

Consumidores aumentaram a percepção sobre valores corporativos como inclusão e origem da fabricação dos produtos, como foco em maior consciência sobre a sustentabilidade dos negócios

Por Redação The Shift
Finanças: vem aí a nova era Open X

Economia

Finanças: vem aí a nova era Open X

Os bancos baseados em plataforma podem alcançar o dobro de lucros operacionais, maior valor de mercado e crescimento mais estável em comparação com as instituições financeiras tradicionais

Por Redação The Shift