s

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Já ouviu falar na dignidade dos dados?

A proteção de dados deve ser vista como um direito humano, defende o CEO da Microsoft

Por Redação The Shift 29/01/2020

A privacidade de dados deve ser vista como um direito humano que precisa ser protegido e ter total transparência, disse o CEO da Microsoft, Satya Nadella, na conversa como fundador e presidente executivo do WEF, Klaus Schwab, realizada semana passada em Davos. Na sua opinião, é preciso garantir que o Big Data seja usado ​​com consentimento e para o bem da sociedade.

O Dia Internacional da Proteção de Dados é celebrado em 28 de janeiro, criado com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o tema. Nada melhor, então, que ouvir as palavras de Nadella, e refletir sobre a responsabilidade de todos a respeito da privacidade na Era Digital.

Receba nossa newsletter

Nadella acredita que o mundo precisará de mais normas em torno da confiança na tecnologia.  Na sua opinião, a dignidade dos dados é crucial e o próximo nível de trabalho não será apenas sobre privacidade. Será preciso controlar como os dados são usados ​​no mundo.

E se o consumidor se beneficiasse de seus dados, assim como os anunciantes? Mais trabalho precisa ser feito em torno da dignidade dos dados – e novos modelos de negócios na década de 2020 ”, disse ele.  Para Nadella precisamos entender porque a Inteligência Artificial (IA) marca um afastamento do software anterior.

“Pela primeira vez, temos a capacidade de o software ser escrito por dados”, disse ele, mas acrescentou que não devemos ser muito rápidos em abdicar de nossa responsabilidade. “Defendemos um conjunto de princípios em torno da responsabilidade e isso precisa ser transformado em prática de engenharia de software.

A melhor maneira de garantir que não haja preconceito na IA é ter uma equipe diversa criando a IA, que represente a diversidade que queremos que a IA tenha”, disse Nadella.

Ainda na sua opinião, a regulação deve ocorrer mais no tempo de execução do que no tempo de design.

Regulamentar ou não a IA, eis a questão

Inteligência Artificial

Regulamentar ou não a IA, eis a questão

O CEO do Google e da Alphabet, Sundar Pichai, defende regulamentações no mundo da IA, ao destacar os perigos representados pela tecnologia

Por Redação The Shift
Princípios éticos da Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

Princípios éticos da Inteligência Artificial

Os compromissos com a IA ética só têm valor se implementados. Compartilhar as melhores práticas se tornará cada vez mais importante

Por Redação The Shift
Proteção e privacidade precisam andar juntas

Segurança

Proteção e privacidade precisam andar juntas

Embora mostrem preocupação com a proteção de seus dados pessoais, os consumidores ainda têm dificuldade para adotar práticas simples, como senhas mais sofisticadas

Por Redação The Shift