s
O satélite ClearSpace-1 foi desenhado para se livrar de lixo espacial Crédito: EPFL

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

IA vai ajudar a catar lixo espacial

Uma startup suíça está desenvolvendo um equipamento baseado em IA para limpar a órbita de lixo espacial, que coloca em risco missões e satélites comerciais

Por Redação The Shift 03/11/2020

Enquanto você lê esta linha, aproximadamente 34 mil pedacinhos com aproximadamente 10 centímetros de diâmetro estão orbitando a Terra. Esses pedaços se movem a uma velocidade dez vezes maior do que uma bala. Por que isso é importante? Porque se algum desses espaços atingir uma espaçonave, o resultado pode ser desastroso. Foi o que quase aconteceu em setembro, quando a Estação Espacial Internacional (ISS) teve que se desviar de um pedaço de debris não identificado para evitar danos à sua estrutura.

Do mesmo jeito que acontece aqui embaixo, lá em cima a quantidade de lixo solta na órbita do planeta só cresce. E como não dá para varrer para baixo do sofá, uma startup suíça está trabalhando para tirar uma parte do lixo de circulação.

A tarefa da ClearSpace-1, batizada com o nome da startup, é o desenvolvimento de um equipamento dotado de Inteligência Artificial, que inclui uma câmera e quatro braços robóticos. O alvo da ClearSpace-1 é um adaptador de carga útil agora obsoleto e abandonado, a parte superior Vespa. O adaptador pesa mais de 120 quilos e circula a uma órbita 600 km acima da Terra.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

A capacidade de um programa de criar artigos impressiona cientistas

Inteligência Artificial

A capacidade de um programa de criar artigos impressiona cientistas

A escrita do GPT-3 parece ter sido criada por um humano. Esse programa de geração de linguagem também é capaz de escrever códigos limpos e suas habilidades poderiam ser usadas em várias áreas

Por Prasenjit Mitra, The Conversation
AutoML muda o jogo da Ciência de Dados

Inteligência Artificial

AutoML muda o jogo da Ciência de Dados

Sem a Ciência de Dados, as empresas não conseguem obter valor dos dados de que dispõem. Mas não há cientistas de dados suficientes para todos. O que fazer? Automatizar

Por Cristina De Luca
Quando o algoritmo decide

Inteligência Artificial

Quando o algoritmo decide

Motoristas estão processando o Uber na UE por terem sido descadastrados do aplicativo sem que a decisão passasse por um humano

Por João Ortega