s

STARTUPS

Anteprojeto do Marco Legal das Startups agrada entidades setoriais

Na opinião do Grupo Dínamo, da ABStartups e da Anjos do Brasil texto proposto pelo executivo traz avanços importantes

Por Redação The Shift - 20/10/2020

A Câmara dos Deputados protocolou hoje o Projeto de Lei Complementar n. 249/2020, do Poder Executivo, que "institui o marco legal das startups e do empreendedorismo inovador". E trata de quatro temas principais: ambiente de negócios; facilitação do investimento em startups; relações de trabalho e colaboração na nova economia; e ação do Estado como agente de fomento.

Entidades que representam as startups no país, como o Grupo Dínamo, a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) e a Anjos do Brasil, emitiram nota conjunta elogiando o texto, que na opinião delas traz avanços importantes em áreas societárias, de investimento e compras públicas. "Mas ainda deixou de fora tópicos muito relevantes, especialmente nos aspectos tributário e trabalhista”, disse o vice-presidente do Grupo Dínamo, Felipe Matos.

Primeiro, reconhece as startups como empresas com modelos de negócio inovadores, que têm até 6 anos de constituição e R$ 16 milhões de faturamento anual.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

Governo encaminha ao Congresso o anteprojeto do marco legal das startups

Inovação

Governo encaminha ao Congresso o anteprojeto do marco legal das startu...

PL busca simplificar a criação de empresas inovadoras, estimular o investimento em inovação e facilitar a contratação de soluções inovadoras pelo Estado

Por Redação The Shift -
5 motivos para fazer inovação aberta

Inovação

5 motivos para fazer inovação aberta

No Brasil, 83% das empresas acreditam precisar de inovação para se destacar no período pós-pandemia, porém apenas duas em cada dez já apresentam estratégias de associação com o ecossistema de startups

Por Redação The Shift
O que é necessário para liderar uma startup?

Liderança

O que é necessário para liderar uma startup?

A liderança é mais difícil de dominar do que a gestão. Requer soft skills e pensamento amplo. Mas também é mais difícil porque as melhores lideranças dão o exemplo

Por Redação The Shift