s
Nathalie Trutmann CEO global da Hyper Island (divulgação)

ENTREVISTA

Uma CEO itinerante

Nathalie Trutmann, CEO global da Hyper Island, está em constante movimento procurando o novo. Trabalha remotamente e acredita no conceito de distributed workforce, apostando na tecnologia para criar equipes colaborativas

Por Silvia Bassi 27/09/2019

Escritórios bonitos e corner offices - aquelas salas envidraçadas que ficam nas quinas dos andares, não seduzem Nathalie Trutmann, uma guatemalteca de 46 anos, há 15 radicada no Brasil, que acaba de assumir o cargo de CEO global da Hyper Island, uma consultoria sueca de 23 anos, especializada em educação e treinamento corporativo para transformação digital e inovação.

O que comove a executiva é estar em constante movimento procurando o novo, o diferente. E isso não se faz ficando presa a uma sala. Por isso declara-se uma CEO nômade. Está no comando global da empresa - que pela primeira vez na história colocou no cargo uma pessoa que não nasceu na Suécia - mas trabalha remotamente, e acredita no conceito de distributed workforce, apostando na tecnologia para criar equipes colaborativas nos vários pontos do planeta.

Seu sucesso à frente do escritório brasileiro da Hyper Island por cinco anos, tornando-o o mais lucrativo da companhia, lhe valeu a promoção e o desafio de replicar o modelo para crescer a presença da companhia para mais países - hoje são cinco, além da Suécia.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio
A moda é uma ferramenta de expressão muito poderosa

Entrevista

A moda é uma ferramenta de expressão muito poderosa

Como Gerente Executivo do Instituto C&A, Gustavo Venancio Narciso é parte ativa da mudança que ele quer ver na maneira como a moda é produzida e por quem

Por Soraia Yoshida
Um alquimista de futuros no Imperial College

Entrevista

Um alquimista de futuros no Imperial College

Quando criança, o italiano Claudio Sanna lia ficção científica em uma pequena vila na Sardenha. Hoje ele trabalha como um alquimista, sintetizando futuros possíveis, no Imperial Tech Foresight

Por Silvia Bassi
Ele alimenta a inovação da BRF

Entrevista

Ele alimenta a inovação da BRF

A missão de Sérgio Pinto, diretor de inovação da BRF, é estimular parcerias e mudanças que agilizem a geração de novos negócios e soluções competitivas, inclusive baseadas em proteínas alternativas

Por Cristina De Luca
MedRoom: viagens pelo corpo humano com ajuda de VR

Entrevista

MedRoom: viagens pelo corpo humano com ajuda de VR

A startup usa Realidade Virtual para melhorar o aprendizado dos estudantes de saúde e quer usar sua tecnologia para viabilizar um ensino realmente híbrido, como conta o cofundador e CEO da MedRoom, Vinícius Gusmão

Por Marina Hortélio

Entrevista

"Os dados são o diferencial para inovar em políticas públicas"

Diogo Souto Maior, diretor de políticas públicas da 99, trabalhou com políticas públicas clássicas, por sete anos, na ONU. No setor privado, diz ele, a velocidade das mudanças e o acesso aos dados fazem o diferencial para promover imp...

Por Silvia Bassi