s
“Meu empregador” é agora a instituição mais confiável com 77%, e os trabalhadores esperam que os CEOs sejam a “face da mudança”, segundo o Barômetro de Confiança Edelman 2022 Crédito: iStock
TENDÊNCIAS

Trabalhadores confiam nas empresas para mudar as coisas

Mais de 70% das pessoas confiam nas empresas, mas a falta de confiança em governantes pode afetar ações de combate à pandemia e mudanças climáticas, aponta Barômetro de Confiança Edelman

Por Kate Whiting, Fórum Econômico Mundial 24/01/2022

Dois anos após o início da pandemia de Covid-19, os cientistas são os membros mais confiáveis ​​da sociedade – por três quartos das pessoas – enquanto os líderes do governo são os menos confiáveis.

“Meu empregador” é agora a instituição mais confiável com 77%, e os trabalhadores esperam que os CEOs sejam a “face da mudança”.

Mas a desconfiança tornou-se a “emoção padrão” da sociedade, com 60% das pessoas inclinadas a “desconfiar até verem evidências de que algo é confiável” – o que pode dificultar o progresso no enfrentamento dos desafios globais, incluindo as mudanças climáticas.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

5 tendências globais que vão impactar os negócios até 2026

Tendências

5 tendências globais que vão impactar os negócios até 2026

Da computação quântica às moedas digitais emitidas por bancos centrais (CDBCs), entenda como essas tendências vão moldar a perspectiva global

Ainda é cedo para falar de dados e IA no mundo ESG?

Internet das Coisas

Ainda é cedo para falar de dados e IA no mundo ESG?

A principal causa das falhas ESG está nos dados: a falta deles, de padrões e de compreensão de como usá-los. A IA tem um papel relevante no combate ao greenwashing

Por Cristina De Luca
As maiores tendências em tecnologia até 2030

Tendências

As maiores tendências em tecnologia até 2030

Novo relatório aponta como a combinação de tecnologias vai tornar sua adoção exponencial e trazer novos modelos de negócios

Por Soraia Yoshida