s
Crédito: Pixabay
SEGURANÇA

Seus dados vazaram. E agora?

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) acaba de disponibilizar um formulário de comunicação de incidente de segurança de dados

Pressionada pelos recentes episódios de grandes vazamentos de dados pessoais no Brasil, a nossa recém instaurada Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) acaba de disponibilizar um formulário de comunicação de incidente de segurança de dados e uma proposta de resolução normativa sobre como essas comunicações devem ser feitas.

Vale lembrar que um dos pontos ainda não regulamentados na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é justamente o prazo máximo para que uma comunicação de incidente seja feita. A lei fala apenas em “prazo razoável (art. 48, § 1º)”. Enquanto não sacramenta um limite, a ANPD recomenda, nesses documentos recém-publicados, que após a ciência do evento adverso (no caso, um vazamento) e havendo risco relevante, a autoridade seja comunicada com a maior brevidade possível, “sendo tal considerado a título indicativo o prazo de 2 dias úteis, contados da data do conhecimento do incidente”.

Além disso, alguns profissionais da área notaram que as perguntas do documento parecem ter sido traduzidas do modelo utilizado no Reino Unido pelo Information Commissioner’s Office. Mas a ANPD optou por remover aspectos importantes como a indicação se o incidente foi um ataque cibernético ou erro humano, ou se os colaboradores envolvidos receberam algum treinamento recente no assunto.

Receba grátis nossa newsletter

A minuta da resolução normativa fica em consulta pública, para coleta de críticas e sugestões, até o próximo dia 24 de março.

A cibersegurança está nas manchetes. Você será a próxima vítima?

Segurança

A cibersegurança está nas manchetes. Você será a próxima vítima?

Compilamos uma série de tendências de segurança cibernética para o próximo ano. Conhecê-las certamente ajudará no enfrentamento ao cibercrime

Por Cristina De Luca
Desafio de tornar a Inteligência Artificial confiável é imperativo para os negócios

Inteligência Artificial

Desafio de tornar a Inteligência Artificial confiável é imperativo...

As pessoas não estão dispostas a aceitar tecnologias a menos que possam exercer mais controle sobre seus resultados

Por Cristina De Luca
Próximos passos no Brasil: a atuação da ANPD e a LGPD Penal

The Shift 360°

Próximos passos no Brasil: a atuação da ANPD e a LGPD Penal

Regular o uso de dados pelas autoridades de segurança tornou-se mais importante, dada a composição da ANPD e à confusão entre proteção de dados e cibersegurança

Por Cristina De Luca