s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Seis maneiras pelas quais a IA cria valor para os negócios

Tecnologia vem rapidamente se tornando uma necessidade competitiva, diz pesquisa da Deloitte. A chave do sucesso é começar pequeno, mas pensar grande

Um dos maiores desafios para implementar IA é passar do conceito à escala. Agora, um novo relatório do Deloitte AI Institute descobriu que, em negócios relacionados ao consumidor, como nos  segmentos de varejo, hospedagem, restaurantes, viagens, transporte e indústria automotiva, isso é especialmente difícil porque muitos têm grandes plataformas legadas e operações descentralizadas de dados e análises.

Para cada setor, o relatório destacou os casos de uso de IA mais valiosos, examinou os principais problemas e oportunidades de negócios e os benefícios que provavelmente serão alcançados. Também identificou seis maneiras de a IA criar valor para os negócios:

    1. Redução de custos: aplicando IA e soluções de automação inteligente para automatizar tarefas de valor relativamente baixo e frequentemente repetitivas, reduzindo custos por meio de maior eficiência e qualidade.
    2. Velocidade de execução: reduzindo o tempo necessário para obter resultados operacionais e de negócios, minimizando a latência.
    3. Redução da complexidade: melhorando a compreensão e a tomada de decisões por meio de análises que são mais proativas, preditivas e capazes de ver padrões em fontes cada vez mais complexas.
    4. Transformação do engajamento: mudando a maneira como as pessoas interagem com a tecnologia, permitindo que as empresas se envolvam com as pessoas em termos humanos, em vez de forçar os humanos a se envolverem em termos de máquina.
    5. Incentivo à inovação: redefinindo onde jogar e como ganhar usando IA para permitir a criação de novos produtos, mercados e modelos de negócios inovadores.
    6. Fortalecimento da confiança: protegendo uma empresa de riscos como fraude cibernética e melhorando a qualidade e consistência, com maior transparência para aumentar a confiança da marca.

Mas atenção: é preciso começar direito. Em um esforço para aproveitar melhor os dados, as empresas geralmente implementam arquiteturas de dados modernas, como data lakes, ambientes de laboratório e ferramentas de última geração para análises avançadas. Embora esses investimentos facilitem a preparação de novos algoritmos, muitas tarefas ainda apresentam obstáculos. Por exemplo, os modelos não são documentados e, portanto, não são escaláveis, e o teste dos modelos é feito manualmente, prolongando significativamente o processo. A preparação do ambiente e dos dados leva tempo e os modelos devem ser ajustados durante o teste e a produção para levar em conta as diferentes configurações e tecnologias. Para resolver essas questões, as empresas líderes começaram a adotar o DataOps.

Receba grátis nossa newsletter

Claro, os melhores usos para IA variam de uma organização para outra, e há muitos casos de uso atraentes para a tecnologia. As taxas de adoção de IA e os níveis de maturidade também variam muito entre todos os setores analisados pela Deloitte. Ainda asssim é possivel dizer que a IA está rapidamente se tornando uma necessidade  competitiva para quase todos os tipos de negócios – dirigindo níveis sem precedentes de eficiência e desempenho, tornando possível para todas empresas, independente do seu tamanho, fazer coisas que simplesmente não eram possível antes. A chave do sucesso é começar pequeno, mas pensar grande.

No ano passado, um outro estudo da Deloitte, o “State of AI in the Enterprise, 3rd Edition“, descobriu que 74% das empresas ainda estaavam no estágio de experimentação de IA com foco na modernização de seus dados para IA e construção de experiência em IA por meio de uma variedade de programas-piloto isolados e provas de conceito, mas sem uma visão clara de como todas as peças se encaixavam. Apenas 26% das empresas estavam focadas em implantar casos de uso de IA de alto impacto em escala, que é onde a IA pode criar valor real. O que mostra o vasto campo que aa tecnologia tem para se estabelecer.

 

2021 será um ano para a Inteligência Artificial brilhar nos negócios

Inteligência Artificial

2021 será um ano para a Inteligência Artificial brilhar nos negócio...

Organizações começam de fato a usar a IA como uma ferramenta estratégica de negócios para gerar valor, e planejam investir ainda mais em 2021

Por Cristina De Luca
Avanço da IA pressiona a governança de dados

Inteligência Artificial

Avanço da IA pressiona a governança de dados

Em particular, as empresas utilizarão a IA para oferecer uma melhor experiência ao cliente, bem como ajudar os funcionários a se tornarem melhores em seus empregos

Por Redação The Shift
Nem toda Inteligência Artificial requer milhões de dados

Inteligência Artificial

Nem toda Inteligência Artificial requer milhões de dados

Muitos pesquisadores sustentam que, na maioria das vezes, a IA se torna ainda mais inteligente e poderosa se tiver a capacidade de ser treinada com Small Data

Por Cristina De Luca