s
Assim como outras startups do setor, a Yuca é focada na experiência do cliente Divulgação/Yuca

STARTUPS

Proptechs surfam na digitalização do mercado imobiliário

Mercado imobiliário já possui algumas soluções, mas ainda tem muito espaço para a criação de novas startups

A digitalização do tradicional mercado imobiliário abriu portas para novas oportunidades e experiências no setor. O cliente já pode fazer um tour virtual para conhecer um apartamento e um algoritmo é capaz de ajudar a escolher a casa que mais se encaixa no perfil do comprador. No Brasil, as Proptechs são uma peça importante para a inovação do setor e devem continuar a crescer - em quantidade e volume de investimento. Especialmente, com o salto de adoção de tecnologia gerado pela pandemia.

Mesmo com a aceleração da adoção de tecnologia, o setor imobiliário ainda está atrás de outros mercados, como o dos bancos, quando se trata de digitalização. Por isso, a aplicação de soluções tecnológicas traz muito retorno e o número de startups imobiliárias só cresce. Mesmo ferramentas básicas ajudam a reduzir algumas dores. De acordo com o Mapa de Construtechs e Proptechs 2021, da Terracotta Ventures, existem 839 startups ativas atuando ao longo de todo ciclo de projetos, construção, aquisição e propriedades em uso - um aumento de 235% nos últimos 5 anos.

Na análise do managing partner da Terracotta Ventures, Marcus Anselmo, os investidores perderam o medo de investir em startups do mercado imobiliário, que são ligadas a ativos físicos, ao perceberam as oportunidades criadas pela entrada da tecnologia no setor. Segundo o “Inside Venture Capital Report”, do Distrito, o setor de Real Estate foi o segundo mais aquecido do primeiro semestre de 2021, com um volume de investimento de US$ 829,4 milhões em 11 deals.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

As tendências para o futuro do mercado imobiliário

Tendências

As tendências para o futuro do mercado imobiliário

Estudo anual da PwC analisa os movimentos acelerados pela pandemia nos EUA e destaca a necessidade de repensar a vida urbana

Por Redação The Shift
Locação flexível: nova experiência de moradia com rendimento maior

Tendências

Locação flexível: nova experiência de moradia com rendimento maior

Startups oferecem aluguéis de imóveis em contratos de duração mais curta do que o padrão no mercado e reduzem custos para dar retorno a proprietários e investidores

Por João Ortega
O escritório tem que ser criado para as pessoas, não para as empresas

The Shift 360°

O escritório tem que ser criado para as pessoas, não para as empresa...

No futuro pós-pandemia, as pessoas poderão trabalhar de qualquer unidade do WeWork no mundo

Por Soraia Yoshida