s
A obra de Bel Borba foi dividida em 100 frações para o leilão e apenas 4 partes foram arrematadas Dibulgação
BLOCKCHAIN

Primeiro leilão de arte em NFT 100% brasileiro arrecada R$ 13 mil

O quadro “Fronteira Físico/Digital”, do artista baiano Bel Borba, foi recortado em 100 partes para o leilão e apenas 4 foram compradas.

Quem anda pelas ruas de Salvador vê diversas obras do artista plástico baiano Bel Borba. Agora, ele também está no mundo dos tokens não fungíveis. Seu quadro “Fronteira Físico/Digital” foi o primeiro leilão de arte em NFT 100% brasileiro. A oferta terminou no domingo (20/06) com uma arrecadação de quase R$ 13 mil. Foram comprados 4 dos 100 fragmentos da obra por um valor de R$ 3,2 cada - o restante vai ser disponibilizado na modalidade venda direta por um preço mais alto.

O leilão é uma iniciativa da startup baiana InspireIP em parceria com a Nordeste Leilões. A CEO e fundadora da InspireIP, Caroline Nunes, já esperava que um número reduzido de pessoas comprassem a obra nesse primeiro momento. Por isso, acredita que o leilão foi um sucesso. “É uma questão cultural, primeiro, o brasileiro precisa entender o que é NFT e o potencial da tecnologia para depois investir”, afirma. A capacidade de revenda dos fragmentos comprados também deve chamar a atenção dos investidores. A expectativa é que as partes sejam vendidas até pelo triplo do valor no mercado secundário.

Além do NFT, cada comprador recebe também o fragmento arrematado de forma física, com um QRCode que leva para o token não fungível. Essa é uma forma de propiciar uma experiência para o cliente, o que, para Nunes, é mais atrativo no mercado nacional do que fazer a venda de um ativo apenas digital.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Tendências

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Às 3h59 da madrugada de 15 de setembro, aconteceu finalmente o encerramento do "The Merge", a grande fusão da rede blockchain Ethereum. A maior mudança é com relação ao PoS (proof-of-stake ou prova de participação) e os mineradores...

ESG: Arezzo&Co usa blockchain para rastrear o couro

Inovação

ESG: Arezzo&Co usa blockchain para rastrear o couro

A meta do grupo é ter todos os fornecedores indiretos da cadeia do couro rastreados até 2024. O blockchain é a ferramenta para atingir esse objetivo.

Vamos explicar a Web5?

Economia

Vamos explicar a Web5?

Jack Dorsey resolveu tumultuar a já tumultuada Web3 e anunciou os planos da sua empresa Block Inc. de montar a próxima-próxima Web. Explicamos, sem tomar muito do seu tempo.

Tecnologia em prol da logística reversa

Inovação

Tecnologia em prol da logística reversa

A cleantech Polen utiliza o blockchain para dar transparência às iniciativas de logística reversa

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Inovação

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Um professor de direito alerta que possuir um NFT de um item digital pode não ser suficiente para garantir a posse desse bem.

Por João Marinotti, The Conversation
Como aumentar a segurança do metaverso?

Inovação

Como aumentar a segurança do metaverso?

O início do metaverso é o melhor momento para criar bases sólidas para garantir a segurança cibernética nessa nova etapa da internet

Por Charlie Bell, Fórum Econômico Mundial