s
Trecho do vídeo de apresentação do Projeto Aria, do Facebook, um mapa 3D do mundo ao vivo, constantemente atualizado por pessoas que andam com óculos de AR Crédito: Reprodução/Facebook
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Os planos das Big Techs para Realidade Aumentada

Sistemas de IA e visão computacional criam elementos digitais no mundo real a partir de dispositivos físicos

A Realidade Aumentada (AR) transformará, literalmente, a forma como vemos o mundo. A tecnologia conta com sistemas de inteligência artificial e visão computacional para, através de dispositivos físicos, criar elementos digitais no mundo real. O potencial da AR vai muito além do que usamos hoje – bastante restrito a filtros de imagem e vídeo em redes sociais – e as principais empresas de tecnologia do mundo o enxergam.

O mercado global da AR, estimado em US$ 849 milhões no ano passado, deve crescer quatro vezes até 2026 e está em alta: a pandemia acelerou a adoção da tecnologia nos setores de varejo e entretenimento, e o ecossistema de inovação assistiu com atenção ao evento do Facebook no dia 16 de setembro, no qual foram revelados os ambiciosos planos da companhia para AR e realidade virtual (VR).

O Facebook divulgou detalhes do Projeto Aria: um mapa 3D do mundo ao vivo, constantemente atualizado por pessoas que andam com óculos de AR. A empresa diz que os mapas de locais públicos serão abertos, enquanto os das casas dos usuários serão privados. A quantidade de dados que o Facebook acumularia em caso de sucesso na empreitada abriria caminho para incontáveis aplicações de inteligência artificial, bem como já levanta questões acerca da vigilância total sobre a população.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Inteligência Artificial

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Seus benefícios comerciais, independentemente do setor, continuarão a impulsionar a adoção

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

Inteligência Artificial

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

À medida que a adoção da IA ​​aumenta rapidamente, é fundamental que a ética da IA ​​progrida de teorias abstratas para práticas concretas, sob a batuta dos executivos das áreas de negócios

Personalização e IA andam de mãos dadas

Inteligência Artificial

Personalização e IA andam de mãos dadas

A tecnologia ajuda a compreender as necessidades específicas de cada consumidor e a estabelecer uma comunicação direta e eficaz, para melhorar o relacionamento entre marca e cliente

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

A ética dos dados, a ética dos algoritmos e a ética das práticas devem embasar as propostas de legislação que busquem provocar a internalização de conceitos de “certo” ou “errado”

Por Gustavo Artese*, especial para The Shift
NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Inteligência Artificial

NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Frequentemente visto como um problema técnico, estudo reconhece que grande parte do problema decorre de vieses humanos, sistêmicos e institucionais. E aponta formas de resolvê-los

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

E o caminho pode estar na maior conscientização das lideranças executivas sobre os benefícios da tomada de decisão aprimorada pela tecnologia