s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Olá, head de GenAI!

Pensando na carreira? Tem cargo novo no mercado: Chefe Global de IA Generativa.

A Coca-Cola abriu a porteira. Foi a primeira das grandes a nomear uma pessoa chefe global de IA GenerativaOutras estão seguindo o movimento. Entre elas a Sanofi, a SAP e até Universidade de Stanford, via Stanford Accelerator for Learning. Todas três com vagas em aberto. Moda? Ou um sinal claro de que passou a ser imperativo garantir que as organizações adotem a IA para aprender, experimentar e construir músculos de maturidade? Ou de que já caiu a ficha de que desbloquear o potencial de produtividade da GenAI exigirá a implantação de investimentos tangíveis (infraestruturas) e intangíveis (tecnologia, software, competências, novos modelos e práticas de negócio)?

As empresas já descobriram que a adoção da IA leva tempo e requer uma administração adequada. Em um webinar da MIT Sloan Management Review, a professora da London Business School, Lynda Gratton, discutiu as novas funções que as empresas estão criando para orientar as iniciativas de IA, as responsabilidades profissionais destes líderes e como as empresas podem usar a IA para a gestão de pessoas.

Ela identificou cinco principais responsabilidades de quem ocupará essas novas funções:

  • Orientar a direção estratégica e o alinhamento do trabalho de IA.
  • Estabelecer e manter um ecossistema colaborativo de IA generativa.
  • Monitorar e avaliar experimentos de IA Generativa para informar as práticas recomendadas.
  • Identificar casos de uso de alto impacto para escalabilidade.
  • Supervisionar a integração da IA Generativa em todas as unidades de negócios.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

E a IA dominou a pista

Inteligência Artificial

E a IA dominou a pista

O relatório anual Enterprise Tech 30, que publica a lista das startups de tecnologia corporativa mais promissoras, na visão dos grandes VCs do Silicon Valley, mostra que as startups de IA estão ocupando espaços do SaaS.

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

Inteligência Artificial

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

"Momento desânimo" na comunidade de IA. A constatação de que os bilhões de dólares investidos até agora não vão retornar tão rápido, faz nascer a ideia de uma bolha de IA Generativa.

Olá, head de GenAI!

Inteligência Artificial

Olá, head de GenAI!

Pensando na carreira? Tem cargo novo no mercado: Chefe Global de IA Generativa.

Da automação à autonomia

Inteligência Artificial

Da automação à autonomia

2024 será o ano dos Agentes de IA, que provarão ser mais do que apenas assistentes digitais. Serão catalisadores de transformações em todos os setores e na vida quotidiana.

Como fica a propriedade intelectual em tempos de IA Generativa?

Inteligência Artificial

Como fica a propriedade intelectual em tempos de IA Generativa?

E por que ela deve caminhar lado a lado com a proteção de dados pessoais?

Por Yasodara Cordova *
Tendências de IA a partir de 2024

Inteligência Artificial

Tendências de IA a partir de 2024

A corrida para 2028 já está acelerada. Empresas investem em tecnologias inovadoras, em fase inicial, para ganhar quando estiverem maduras. Aqui estão 29 tendências de IA que agitarão o circuito.