s
O laboratório de inovação de Harvard, antes da pandemia Crédito: Harvard

INOVAÇÃO

O segredo dos labs de inovação

A inovação não vem de uma centelha mágica que nos atinge como um raio, e sim de de constantes mudanças, experimentações, manutenções e interações

Por Silvia Bassi 24/06/2021

Quando tudo vira de cabeça para baixo, é aí que nasce a inovação? Depende. Se a empresa não tem nem cultura, nem práticas de geração e experimentação de novas ideias implementadas, a chance dos esforços virarem um movimento “corram para as colinas” é grande. Porque a inovação, segundo o reitor da Faculdade de Artes e Ciências do SUNY Polytechnic Institute, Andrew Russel, coautor do livro “The Innovation Delusion: How Our Obsession with the New has Disrupted the Work that Matters Most“, não vem de uma centelha mágica que nos atinge como um raio, e sim de de constantes mudanças, experimentações, manutenções e interações. Falar de inovação e teorizar inovação não necessariamente levam a ela.

A palavra inovação está tão usada que, para alguns, começa a dar arrepios, concordam? O problema não está no uso do termo, mas na banalização. A edição de junho de 2021 da revista Global Finance, totalmente dedicada ao assunto, enfia o dedo na ferida: “Definir algo tão fundamental para a vida moderna quanto a inovação é muito difícil. Podemos ter certeza de que a tecnologia pioneira de mRNA que ajudou a criar uma classe totalmente nova de vacinas, incluindo aquelas que protegem contra Covid-19, é inovadora. Mas e um telefone com uma tela que dobra, mas que funciona como os outros telefones?“, escreve Lawrence Neville.

E é nesse território que os laboratórios de inovação — espaços criados por empresas e organizações, geralmente associados a startups ou áreas de pesquisa — aparecem como uma alternativa a ser considerada. Desde que não cometam três pecados capitais, escreve Simone Ahuja, consultora e autora do livro “Disrupt-it-yourself“, um manual prático de inovação com base em suas pesquisas com empresas que fazem parte da lista Fortune 1000.

Receba grátis nossa newsletter

Se houver falta de alinhamento com os negócios, falta de métricas de sucesso e falta de times equilibrados e diversos, diz Simone, os laboratórios fracassam. De fato, uma pesquisa realizada em 2015 pela Capgemini Consulting e o Altimeter Group identificou que entre 80% a 90% dos laboratórios de inovação falhavam na entrega do valor prometido. O que mudou? O entendimento dos três pecados capitais e a experiência de que labs de inovação não podem ser corpos estranhos prestes a serem “fagocitados” pela cultura organizacional avessa a mudanças.

Abes SW Conference dia 3: as pessoas são a chave da transformação digital

Inovação

Abes SW Conference dia 3: as pessoas são a chave da transformação d...

Grande parte dos profissionais brasileiros ainda precisam desenvolver as habilidades necessárias na nova economia, mas é possível solucionar esse problema com parcerias e um foco na rede pública de ensino.

Por Marina Hortélio
MedRoom: viagens pelo corpo humano com ajuda de VR

Entrevista

MedRoom: viagens pelo corpo humano com ajuda de VR

A startup usa Realidade Virtual para melhorar o aprendizado dos estudantes de saúde e quer usar sua tecnologia para viabilizar um ensino realmente híbrido, como conta o cofundador e CEO da MedRoom, Vinícius Gusmão

Por Marina Hortélio
Abes SW Conference dia 1: sem inovação não há resiliência

The Shift

Abes SW Conference dia 1: sem inovação não há resiliência

No evento gratuito, os convidados também apontaram que saber trabalhar com parceiros, como as startups, é um ponto chave para criar uma empresa mais inovadora

Por Marina Hortélio
Na Locaweb, M&A integra a estratégia de crescimento

Inovação

Na Locaweb, M&A integra a estratégia de crescimento

Já são 18 empresas adquiridas desde 2012. A estratégia de aquisições foi acelerada após o IPO, em fevereiro de 2020

Por Marina Hortélio
Aviação após o 11 de setembro: novas regras e mais tecnologia

Segurança

Aviação após o 11 de setembro: novas regras e mais tecnologia

O atentado terrorista contra os EUA mudou a experiência de viajar, com a adoção de novos protocolos como scanners de passageiros e o reforço da identificação dos viajantes antes do embarque

Por Marina Hortélio
Startups X PEs: a chave é transformar conhecimento em resultado

Inovação

Startups X PEs: a chave é transformar conhecimento em resultado

Pesquisa da Fundação Dom Cabral, divulgada com exclusividade pela The Shift, indica que as pequenas empresas podem se espelhar nas startups para ganharem força no mercado

Por Marina Hortélio