s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

O próximo movimento da Inteligência Artificial

A regulação da IA continua forte na pauta, mas será que ela poderá segurar a proliferação dos modelos de código aberto da tecnologia?

Não há um evento de inovação e tecnologia hoje que não tenha a sua pauta sequestrada pela IA Generativa. Foi assim na semana passada, tanto no Corporate Inovation Summit, no Museu no Amanhã, quanto no Web Summit Rio, no Riocentro. Tem sido assim mundo afora. Mas as conversas, em geral, têm sido superficiais, focadas no que fazer ou deixar de fazer com o ChatGPT, o GPT4 e afins. Com pouco aprofundamento sobre receios de como as coisas estão evoluindo e aonde podem chegar.

Há questões reais, importantes e substantivas que afetam como o futuro é moldado. Algumas delas começaram a ser levantadas na semana passada por Geoffrey Hinton, considerado o pai da Inteligência Artificial, após abandonar o Google em busca de liberdade para falar livremente e aumentar a conscientização sobre os riscos da IA. Outras, surgiram em um documento vazado, compartilhado anonimamente em um servidor público do Discord, cuja autoria é atribuída também a um pesquisador do Google.

Mais técnico, o documento olha para o crescimento dos modelos de IA Generativa de código aberto, e para teses incômodas como a de "modelos grandes não são significativamente melhores". E sustenta que uma tremenda onda de inovação vem se formando nas comunidades open-source, uma vez que as barreiras de entrada para treinamento e experimentação vêm caindo.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

O J.A.R.V.I.S. está mais próximo

Inteligência Artificial

O J.A.R.V.I.S. está mais próximo

Os lançamentos do GPT-4o da OpenAi e o Project Astra do Google mostram que as inteligências artificiais vistas no cinema estão cada vez mais próximas da realidade.

O BYOAI já está entre nós

Inteligência Artificial

O BYOAI já está entre nós

Os colaboradores estão cada vez mais utilizando ferramentas de inteligência artificial no trabalho por conta própria, revela estudo da Microsoft.

Modelos de linguagem têm limite?

Inteligência Artificial

Modelos de linguagem têm limite?

O lançamento do Phi-3 e do Snowflake Arctic mostra como os novos modelos de linguagem estão cada vez mais avançados.

LLMs autoevolutivos avançam

Inteligência Artificial

LLMs autoevolutivos avançam

E se os grandes modelos de linguagem pudessem aprender com as próprias experiências, sem intervenção humana? Essa é uma área de pesquisa promissora, mas há obstáculos a superar.

A IA matará a Web?

Inteligência Artificial

A IA matará a Web?

O que está em jogo quando o excesso de conteúdo sintético se encontra com os LLMOs, mecanismos de otimização de conteúdos para busca alimentada IA?

Dê boas-vindas à era da AI Workforce

Inteligência Artificial

Dê boas-vindas à era da AI Workforce

Testemunhamos hoje o surgimento da força de trabalho de IA, unindo habilidades humanas com software. Sua chegada provocará mudanças nos empregos, mas trará oportunidades para startups.