s
Os animais também podem se beneficiar de tratamentos a base de cannabis Honest Paws/Unsplash
TENDÊNCIAS

O poder da cannabis no mundo pet

O mercado de CBD para pets é crescente, mas o tabu e a falta de regulamentação dificultam a adoção de tratamentos veterinários a base de cannabis no Brasil

Apesar de povos indígenas da América do Sul darem plantas alucinógenas para cachorros, o MDMA fazer os polvos ficarem mais sociáveis e cientistas terem testado a reação dos gatos ao LSD, na medicina veterinária o foco ainda são os tratamentos com maconha.

No mundo animal, a cannabis medicinal é tendência. Segundo um levantamento do Brightfield Group, o mercado dos Estados Unidos de produtos com CBD para pets deve atingir US$ 629 milhões em vendas até o final do ano – em 2020, o valor gasto com esses itens ficou em US$ 426 milhões. Ainda de acordo com o relatório, 77% dos animais que recebem CBD no país são cachorros. Em seguida vêm os gatos, com 21%. Coelhos, pássaros, peixes, cavalos e répteis compõem, somados, apenas 3% do mercado.

O potencial do mercado pet fez com que líderes em CBD para humanos, como a Medterra, expandissem operações para o segmento dos animais de estimação. Mas novas empresas focadas em produtos para os bichos, como a Pet Releaf, também competem pela clientela. O Brightfield Group ainda acredita que companhias do setor de alimentação animal, como a Mars e a Nestlé, podem entrar nesse mercado e se tornar uma ameaça aos atuais líderes.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

O que vai mudar com a medicina psicodélica?

O Shift da Questão

O que vai mudar com a medicina psicodélica?

Indicada nos tratamentos para estresse pós-traumático, depressão e ansiedade, a medicina psicodélica poderá trazer possibilidades de uma vida produtiva e mais plena

Por Cristina De Luca, João Ortega, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
Investimento em psicodélicos visa retorno ainda maior que de cannabis

Mercado

Investimento em psicodélicos visa retorno ainda maior que de cannabis

Especialistas preveem que o potencial de psicoativos como MDMA, psilocibina e cetamina para a saúde mental supera o dos derivados da marijuana

Por João Ortega
Microdoses psicodélicas e os novos rumos da saúde mental

Tendências

Microdoses psicodélicas e os novos rumos da saúde mental

Dada a escalada das doenças mentais na sociedade, abordagens inovadoras de tratamento são urgentemente necessárias. Uma dessas novas abordagens é o uso terapêutico dos psicotrópicos

Por Cristina De Luca