s
Crédito:
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Machine Learning e distanciamento social

Não basta apenas oferecer equipamento de proteção. As grandes companhias, incluindo aí Amazon e Foxconn, estão adotando também machine learning para monitorar seus funcionários

Anote aí: o Machine Learning é o coração do novo detector de distanciamento social criado pela startup Landing AI, de Andrew Ng. A ferramenta foi projetada para ser usada em ambientes de trabalho, como chão de fábrica, e foi desenvolvida em resposta à solicitação de seus clientes (incluindo a Foxconn). Uma de suas vantagens é a possibilidade de poder ser facilmente integrada aos sistemas de câmeras de segurança existentes.

Funciona da seguinte maneira: a imagem que vem da câmera (homografia) é unida à perspectiva para ter um ponto focal – que a Landing AI chama de calibragem. À medida que os frames das imagens são monoculares (advindos de uma única câmera), o método de calibragem mais simples envolve quatro pontos na visão de perspectiva e os mapeia para os cantos de um retângulo na visão do alto. Com isso, o software assume que cada pessoa está em pé no mesmo plano. A partir desse mapeamento, o sistema deriva uma transformação que pode ser aplicada à perspectiva completa da imagem. Os passos seguintes são aplicar as medidas, ou seja, qual distância as pessoas deveriam manter umas das outras, e o software estima sua localização, faz a calibragem e aplica todo o processo. As pessoas que estão mais próximas do que seria o ideal aparecem com retângulos vermelhos ao redor.

https://www.youtube.com/watch?v=15iIV1Lff-M&feature=youtu.be[/embed]

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Por que construir uma AI DAO?

Inteligência Artificial

Por que construir uma AI DAO?

Porque para construir DAOs de sucesso, precisamos de máquinas inteligentes

Por Cristina De Luca
A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio
E a IA começa a se tornar onipresente, de fato

Inteligência Artificial

E a IA começa a se tornar onipresente, de fato

Com TinyML, qualquer objeto, por menor que seja, se tornará inteligente. A tecnologia permite fazer mais com menos espaço e poder computacional

Por Cristina De Luca
Chegou a hora de quebrar os silos de dados

Inteligência Artificial

Chegou a hora de quebrar os silos de dados

A boa notícia para a indústria de dados e IA é que os data warehouses, os data lakes e as lakehouses estão crescendo muito rápido, em escala

Por Cristina De Luca
Por uma IA que trabalhe melhor com o português

Inteligência Artificial

Por uma IA que trabalhe melhor com o português

Centro de Inteligência Artificial da USP, em parceria com a Fapesp e a IBM, se prepara para liberar três conjuntos de dados open source para treinamento de modelos NLP no nosso idioma

Por Cristina De Luca
IA começa a ser aplicada na previsão de eventos climáticos extremos

Inteligência Artificial

IA começa a ser aplicada na previsão de eventos climáticos extremos

Mas embora vastos conjuntos de dados de observação da Terra estejam no cerne da ciência do clima, apenas uma pequena fração deles é usada atualmente para "treinar" modelos climáticos

Por Cristina De Luca