s
Crédito:

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Machine Learning e distanciamento social

Não basta apenas oferecer equipamento de proteção. As grandes companhias, incluindo aí Amazon e Foxconn, estão adotando também machine learning para monitorar seus funcionários

Por Redação The Shift 26/04/2020

Anote aí: o Machine Learning é o coração do novo detector de distanciamento social criado pela startup Landing AI, de Andrew Ng. A ferramenta foi projetada para ser usada em ambientes de trabalho, como chão de fábrica, e foi desenvolvida em resposta à solicitação de seus clientes (incluindo a Foxconn). Uma de suas vantagens é a possibilidade de poder ser facilmente integrada aos sistemas de câmeras de segurança existentes.

Funciona da seguinte maneira: a imagem que vem da câmera (homografia) é unida à perspectiva para ter um ponto focal – que a Landing AI chama de calibragem. À medida que os frames das imagens são monoculares (advindos de uma única câmera), o método de calibragem mais simples envolve quatro pontos na visão de perspectiva e os mapeia para os cantos de um retângulo na visão do alto. Com isso, o software assume que cada pessoa está em pé no mesmo plano. A partir desse mapeamento, o sistema deriva uma transformação que pode ser aplicada à perspectiva completa da imagem. Os passos seguintes são aplicar as medidas, ou seja, qual distância as pessoas deveriam manter umas das outras, e o software estima sua localização, faz a calibragem e aplica todo o processo. As pessoas que estão mais próximas do que seria o ideal aparecem com retângulos vermelhos ao redor.

[embed]https://www.youtube.com/watch?v=15iIV1Lff-M&feature=youtu.be[/embed]

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias

Deepfake: uma batalha de IA contra a desinformação nas redes

Inteligência Artificial

Deepfake: uma batalha de IA contra a desinformação nas redes

Enquanto as técnicas para criar vídeos falsos melhoram, pesquisadores se empenham para criar detectores de deepfakes com Inteligência Artificial

Por John Sohrawardi e Matthew Wright, The Conversation
TinyML: a próxima revolução da Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

TinyML: a próxima revolução da Inteligência Artificial

Embarcada em microcontroladores, a tecnologia oferece a pequenos dispositivos a capacidade de tomar decisões inteligentes sem a necessidade de trocar dados com a nuvem

Por Redação The Shift
86% preferem confiar seus problemas a um robô

Inteligência Artificial

86% preferem confiar seus problemas a um robô

Pesquisa da Oracle AI@Work Study 2020 destaca que as pessoas acreditam que um robô pode apoiar melhor sua saúde mental, pois máquina não julga como os humanos

Por Soraia Yoshida
Foque na correção dos modelos de dados que a pandemia quebrou

Inteligência Artificial

Foque na correção dos modelos de dados que a pandemia quebrou

Em alguns casos será preciso refazer alguns algorítmicos baseados no princípio de que padrões e comportamentos do passado se repetem no futuro. Em outros, recalibrar a série histórica

Por Cristina De Luca
IA: em busca das memórias perdidas

Inteligência Artificial

IA: em busca das memórias perdidas

Um estudo realizado por pesquisadores do MIT coloca os pesquisadores mais perto de descobrir como recuperar a memória em pacientes com doenças degenerativas

Por Redação The Shift
Remédios mais rápidos e de baixo custo: deixe com a IA

Inteligência Artificial

Remédios mais rápidos e de baixo custo: deixe com a IA

Além de inventar novos medicamentos, a IA está sendo usada para identificar novos alvos – isto é, o local ao qual uma droga se liga no corpo e outra parte importante do processo de descoberta de tratamentos

Por Redação The Shift