s

PRIVACIDADE

O IBGE e a proteção de dados

O STF julgará ações de inconstitucionalidade da MP movidas por partidos como PSB, PSDB e Psol e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Por Redação The Shift 26/04/2020

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta 3ª feira (21/04) prazo de 48 horas para que a Advocacia Geral da União (AGU) explique a Medida Provisória 957/2020, que autoriza o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a obter nome, número e endereço de clientes de empresas de telefonia do Brasil incluindo pessoas físicas e empresas, para elaboração da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Na prática, o que o Supremo deseja saber é como será o compartilhamento de dados entre as operadoras de telefonia e o IBGE e o que se entende por "produção estatística oficial" durante a pandemia.

Rosa Weber é relatora de ações de inconstitucionalidade da MP movidas por partidos como PSB, PSDB e Psol e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A maioria questiona a quantidade de dados solicitados, em garantias de segurança de manuseio, justificativa adequada, finalidade suficientemente especificada e manutenção do sigilo por uma Autoridade com credibilidade, representatividade e legitimidade.

Ontem, ex-presidentes do IBGE publicaram uma nota defendendo a entidade, alegando que o não fornecimento das informações pedidas poderia provocar um “apagão estatístico” no país. Mas quem já recebeu um pesquisador do IBGE na porta de casa e respondeu voluntariamente ao questionário, sabe que o cruzamento das informações pedidas é desnecessário.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias

Um bilhão de conversas

Entrevista

Um bilhão de conversas

Mais de 20 anos depois da criação da Take, Roberto Oliveira ainda acredita em simplificar a vida dos consumidores. Sua aposta na internet conversacional rendeu aporte de US$ 100 milhões, o primeiro da história da companhia

Por Silvia Bassi
O IBGE e a proteção de dados

Privacidade

O IBGE e a proteção de dados

O STF julgará ações de inconstitucionalidade da MP movidas por partidos como PSB, PSDB e Psol e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Por Redação The Shift