s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Jovens Z encaram a IA sem medo de ser felizes

Os zoomers enxergam a Inteligência Artificial como uma "segunda natureza" e o domínio das ferramentas disponíveis como uma vantagem profissional.

Grande parte da conversa em torno da IA e do trabalho está centrada na obtenção de empregos — mas a Geração Z não parece partilhar os receios dos expoentes de gerações anteriores. Os Z enxergam as ferramentas de IA como uma vantagem profissional que começam a integrar ativamente nos seus estudos e candidaturas a empregos, revela estudo da Handshake.

  • Um terço dos formandos de 2024 e mais da metade dos formandos em tecnologia planejam usar IA profissionalmente;
  • 48% da Geração Z acredita que a IA avançará em suas carreiras ao fornecer acesso mais rápido ao conhecimento;
  • Zoomers são mais propensos a querer aprender habilidades de IA do que os Boomers (1,6x) ou a Geração X (1,1x), de acordo com pesquisa recente do LinkedIn;
  • Houve um aumento mensal de 75% nas habilidades de IA adicionadas aos perfis da Geração Z no LinkedIn em 2023;
  • 57% dos entrevistados da Geração Z e 62% dos millennials relataram estar mais entusiasmados com os benefícios da IA do que preocupados com os riscos.

Tal como os millennials com computadores ou smartphones, a Geração Z vê o uso da IA como uma segunda natureza, integrada a todos os aspectos das nossas vidas. Este grupo está muito ciente de que as ferramentas de IA são essenciais para seus perfis profissionais e para conseguirem o tipo de emprego no qual estão interessados. Mesmo diante de evidências como as apontadas por uma pesquisa recente do McKinsey Global Institute de que a automação está acelerando e se estendendo a um conjunto inteiramente novo de ocupações. Segundo o estudo, múltiplas forças irão alimentar o crescimento em determinadas profissões e destruir empregos em outras. O foco dos Zoomers são as novas ocupações em crescimento acelerado.

Dos graduados em 2024 já familiarizados com ferramentas de IA Generativa, 1 em cada 3 planeja usar essas ferramentas em suas carreiras, e 1 em cada 5 teria maior probabilidade de aceitar um emprego onde tivesse a oportunidade de experimentá-las. Essas proporções são ainda mais altas para estudantes com especialização em áreas de tecnologia, como Ciência da Computação, Análise de Dados e Engenharia. E uma percentagem significativa de estudantes em áreas não tecnológicas, classificadas como altamente expostas à automação generativa — incluindo negócios e humanidades — também planejam utilizar a IA nas suas carreiras.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Co-Inteligência: o que é e como colaborar com a IA Generativa

Inteligência Artificial

Co-Inteligência: o que é e como colaborar com a IA Generativa

A Co-Inteligência gira em torno da colaboração entre a Inteligência Artificial e humanos, aproveitando os pontos fortes de cada um. Entenda

Inteligência Artificial: Foque no desempenho humano

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: Foque no desempenho humano

Uma nova pesquisa mostra que é preciso valorizar as habilidades exclusivas dos seres humanos para progredir no uso das tecnologias.

Inteligência Artificial: 10 tendências quentes para 2030

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: 10 tendências quentes para 2030

A nova pesquisa produzida pelo Ericsson ConsumerLab convidou 6.500 usuários pioneiros de IA para avaliar e identificar quais serão as principais tendências para a próxima década.

IA Responsável? Só no papel...

Inteligência Artificial

IA Responsável? Só no papel...

Recente pesquisa mostrou que as empresas de tecnologia não estão tomando as medidas apropriadas em relação ao uso de IA Responsável

IA e gestão da inovação se encontram

Inteligência Artificial

IA e gestão da inovação se encontram

A inovação na IA não é apenas a adoção de novas tecnologias. Ela precisa estar integrada à estrutura da criatividade e do crescimento organizacional.

Dados: o alto custo do GPT-4o

Inteligência Artificial

Dados: o alto custo do GPT-4o

Considerando que o ChatGPT está cada vez mais integrado em tecnologias como a da Apple é preciso entender o que estamos "trocando" no momento que usamos a aplicação gratuitamente.