s
Foto: Anastasia Petrova (Unsplash)
TRANSFORMAÇÃO DIGITAL SEM TRAVAS

Entre o board e a tecnologia, ainda falta amadurecimento

Apesar de todo o interesse e atençāo à transformação digital, ainda há um caminho a ser percorrido para que os temas de TI sejam percebidos e tratados de forma estratégica

Toda grande mudança traz impactos, mas que não implicam, necessariamente, em amadurecimento. Da mesma forma, os choques do dia a dia podem sensibilizar as pessoas que estão no topo das organizações, mas nem sempre isso acontece.

Ouvimos e lemos exaustivamente sobre um suposto amadurecimento do board para as questões de TI nas empresas. Mas será maturidade a palavra certa? Tomemos a cibersegurança como exemplo: durante anos, ela não esteve entre os assuntos tratados nos níveis mais elevados das organizações, ao ponto de alguns CIOs terem receio de levar ao conselho a necessidade de mais investimentos na área. Depois de uma série de grandes ciberataques, esse cenário mudou — só que não foi por maturidade, e sim por medo. A possibilidade de sofrer sérios danos, ou mesmo de ver o negócio quebrar, levou o alto comando a finalmente dedicar atenção e investimentos ao assunto.

Onde houve amadurecimento de fato foi na importância do digital. Durante a pandemia, as empresas que ofertavam produtos de consumo, e mesmo uma boa parte da indústria de serviços, recorreram ao digital. As que já tinham algum planejamento desenhado tiveram que antecipar seus planos, e aquelas que não o tinham precisaram mergulhar no assunto e voltar à superfície já com soluções.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Mais Sergio Lozinsky