s
Crédito: Shutterstock
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Devemos criar um ‘Juramento de Hipócrates’ para a IA

A ideia da NeuroRights Initiative é a ter um Juramento Tecnocrático que incorpore os sete princípios amplamente utilizados nas diretrizes éticas da Inteligência Artificial

Por Cristina De Luca 16/06/2021

O Facebook e a IBM colaboram em um projeto que pede que empresários, pesquisadores, cientistas da computação e outros profissionais que trabalham com neurotecnologia e inteligência artificial se comprometam com princípios éticos, da mesma forma que os médicos devem se comprometer e seguir o Juramento Hipocrático.

A Neurorights Initiative, da Columbia University,  se propõe a proteger os Direitos Humanos e promover a inovação ética nos campos da neurotecnologia e da IA. Para isso propõe  a  criação do  "Juramento Tecnocrático", incluindo os sete princípios amplamente utilizados nas diretrizes éticas de IA.

  1. Não maleficência, ou seja, nenhuma intenção de causar danos com a tecnologia aplicada.
  2. Beneficência, intenção de contribuir para o bem comum com o trabalho realizado.
  3. Autonomia, que estabelece que nada pode ser feito sem o consentimento de quem está envolvido em qualquer situação que envolva IA e neurotecnologia.
  4. Justiça. Busca garantir que a aplicação da neurotecnologia gere resultados justos e imparciais, evitando, por exemplo, vieses algorítmicos.
  5. Dignidade. Em outras palavras, todas as pessoas devem ser tratadas com respeito e garantir sua integridade.
  6. Privacidade, que defende a eliminação de todas as informações confidenciais e identificáveis dos dados coletados pela tecnologia.
  7. Transparência, cujo objetivo é garantir que os algoritmos usados sejam tão transparentes e corrigíveis quanto possível.

Inicialmente, a ideia é que o "Juramento Tecnocrático" comece como algo voluntário, de modo a conduzir a práticas responsáveis ​​nas áreas onde é implementado.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Você está aproveitando ao máximo o seu relacionamento com a IA?

Inteligência Artificial

Você está aproveitando ao máximo o seu relacionamento com a IA?

Para obter retornos da IA, organizações precisam de um relacionamento multidimensional com a tecnologia, que passa pelo valor individual do seu uso percebido por cada funcionário

Inteligência Artificial

"Temos o dever de nos preocupar"

Em entrevista à The Shift, Reggie Townsend, diretor da prática de ética em dados do SAS, fala sobre o imperativo da ética para a IA e sobre ter um "viés positivo" nas aplicações de impacto.

É real: dados e IA turbinam vendas

Inteligência Artificial

É real: dados e IA turbinam vendas

Não faltam exemplos, em diferentes pontos do processo, como mostram os cases das startups Nubimetrics, RelevanC e Retargetly

Os principais desafios das auditorias de IA

Inteligência Artificial

Os principais desafios das auditorias de IA

Auditar os sistemas e até a governança da IA é uma grande ambição, mas existem alguns obstáculos enormes

Com IA, lawtechs e legaltechs ajudam as empresas a fechar acordos judiciais

Inteligência Artificial

Com IA, lawtechs e legaltechs ajudam as empresas a fechar acordos judi...

Usar inteligência artificial para analisar os processos dá visibilidade às ações enfrentadas e indica quando vale seguir para uma solução por meio de acordo.

Generative Tech, o novo Eldorado 

Inteligência Artificial

Generative Tech, o novo Eldorado 

A nova queridinha do Vale do Silício está varrendo os recursos dos Venture Capitalists e se desenvolvendo numa velocidade não prevista pelos analistas. Prepare-se para encarar uma tecnologia que nos levará muito além da IA generativa n...