s
Crédito: Shutterstock
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Devemos criar um ‘Juramento de Hipócrates’ para a IA

A ideia da NeuroRights Initiative é a ter um Juramento Tecnocrático que incorpore os sete princípios amplamente utilizados nas diretrizes éticas da Inteligência Artificial

Por Cristina De Luca 16/06/2021

O Facebook e a IBM colaboram em um projeto que pede que empresários, pesquisadores, cientistas da computação e outros profissionais que trabalham com neurotecnologia e inteligência artificial se comprometam com princípios éticos, da mesma forma que os médicos devem se comprometer e seguir o Juramento Hipocrático.

A Neurorights Initiative, da Columbia University,  se propõe a proteger os Direitos Humanos e promover a inovação ética nos campos da neurotecnologia e da IA. Para isso propõe  a  criação do  "Juramento Tecnocrático", incluindo os sete princípios amplamente utilizados nas diretrizes éticas de IA.

  1. Não maleficência, ou seja, nenhuma intenção de causar danos com a tecnologia aplicada.
  2. Beneficência, intenção de contribuir para o bem comum com o trabalho realizado.
  3. Autonomia, que estabelece que nada pode ser feito sem o consentimento de quem está envolvido em qualquer situação que envolva IA e neurotecnologia.
  4. Justiça. Busca garantir que a aplicação da neurotecnologia gere resultados justos e imparciais, evitando, por exemplo, vieses algorítmicos.
  5. Dignidade. Em outras palavras, todas as pessoas devem ser tratadas com respeito e garantir sua integridade.
  6. Privacidade, que defende a eliminação de todas as informações confidenciais e identificáveis dos dados coletados pela tecnologia.
  7. Transparência, cujo objetivo é garantir que os algoritmos usados sejam tão transparentes e corrigíveis quanto possível.

Inicialmente, a ideia é que o "Juramento Tecnocrático" comece como algo voluntário, de modo a conduzir a práticas responsáveis ​​nas áreas onde é implementado.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Seus dados estão prontos para a IA?

Inteligência Artificial

Seus dados estão prontos para a IA?

A pressão está aumentando para que as empresas criem arquiteturas de dados que alimentem totalmente as transformações impulsionadas pela inteligência artificial

O negócio do BizOps? Alinhar estratégia e execução orientado por dados

Inteligência Artificial

O negócio do BizOps? Alinhar estratégia e execução orientado por d...

A função não existe sem fluência de dados, para melhorar a tomada de decisão e otimizar processos

Confirmado: a adoção da IA disparou em 2021

Inteligência Artificial

Confirmado: a adoção da IA disparou em 2021

Mas a escassez de talentos e a governança ainda são grandes obstáculos para a obtenção de valor

Então, a IA pensa ou não pensa?  É senciente ou apenas mimética?

Inteligência Artificial

Então, a IA pensa ou não pensa? É senciente ou apenas mimética?

O debate sobre a possibilidade de existência de uma IA com algum grau de consciência esquentou, diante do psicodrama tecnológico do engenheiro do Google em suas interações com o LaMDA

Sete tendências emergentes de IA para ficar de olho em 2022

Inteligência Artificial

Sete tendências emergentes de IA para ficar de olho em 2022

Analistas da CB Insights apontam novas tendências – bem como novas soluções para velhos problemas — relevantes para consumidores e empresa em diversos setores

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Inteligência Artificial

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Seus benefícios comerciais, independentemente do setor, continuarão a impulsionar a adoção