s
360°
Crédito: Deposit Photos

Diversidade gera resultado mas ainda é escassa entre fundos e founders

Estereótipos de gênero e raciais, viés inconsciente, barreiras econômicas sistêmicas e a preferência dos investidores por empreendedores em série estão entre as razões do problema

Por João Ortega 23/02/2021

Um estudo de 2015 da consultoria McKinsey, atualizando os resultados de uma pesquisa anterior, evidenciou que a diversidade nas empresas está ligada a melhores desempenhos financeiros e mais inovação e se tornou uma referência no setor. Desde então, relatórios apresentados pelo mercado e novos estudos sobre o tema apenas reforçam esta tese. Por outro lado, dados atuais revelam que ainda há lacunas graves de diversidade no mundo corporativo, e o problema se agrava quando focamos na relação entre fundos de Venture Capital (VC) e o ecossistemas de startups.

Times de fundadores de startups com ao menos uma pessoa de gênero ou raça diferente das demais retornam 30% mais sobre investimentos de VC. Quando há pelo menos uma mulher entre os founders, os valuations tendem a ser 63% maior do que em startups criadas apenas por homens.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine