s
Crédito Canva
STARTUPS

CVCs impulsionam startups latinas

Startups brasileiras e latino-americanas receberam menos aportes em 2022, mas continuaram prosperando com apoio do Corporate Venture Capital, aponta estudo da McKinsey

Após vivenciar o primeiro boom significativo de investimentos de capital de risco nos últimos anos, o ecossistema de startups da América Latina está experimentando o seu primeiro ciclo de queda. Em resposta, empresas do ecossistema têm apostado na diversificação de fontes de capital e na busca por equilíbrio, segundo o estudo "Latam Digital Report 2023", da McKinsey. Em 2022, o volume de funding para startups latino-americanas caiu 51% em comparação com o ano anterior. Com um complicador: 33% das empresas tiveram que fazer down rounds (rodadas de captação com valuation menor do que as anteriores).

Ainda que o volume de capital investido tenha caído, ele ainda é 63% maior do que o registrado no período pré-pandemia. O estudo também mostra que a fonte desses investimentos está mudando: em 2021, 40% dos aportes na América Latina contaram com a participação dos 10 fundos de venture capital mais ativos na região. Em 2022, os VCs participaram de 24% dos deals.

Essa mudança é acompanhada de maior maturidade de gestoras locais – 80% já estão no terceiro fundo levantado –, e também do surgimento de novos atores: além de mais de 150 fundos locais terem três anos, em média, o estudo destaca o importante papel dos Corporate Venture Capital (CVCs) e investidores-anjo, que contribuíram com US$ 14 milhões do volume investido no ano passado. Conforme o estudo, o CVC é uma das principais tendências.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Radiografia dos negócios de impacto no Brasil

Startups

Radiografia dos negócios de impacto no Brasil

O primeiro relatório "Startup de Impacto Report Brasil" do Observatório Sebrae de Startups apresenta o panorama das principais startups de impacto no Brasil.

O negócio de fechar startups

Startups

O negócio de fechar startups

Empresas especializadas em fechar startups, como a Sunset e SimpleClosure, estão recebendo investimentos de milhões de dólares mostrado o início de um novo mercado.

O sucesso está na cabeça dos fundadores

Startups

O sucesso está na cabeça dos fundadores

Um novo estudo científico sobre startups dá uma nova dimensão à frase "personalidade de sucesso"

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Startups

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Scale-ups são startups que chegaram à vida adulta e crescem, no mínimo 20% ao ano, sua receita recorrente. Sua habilidade de escalar os negócios merece ser estudada pelas empresas tradicionais, já que apenas uma em cada 200 startups ch...

2024, o ano dos unicorpses

Startups

2024, o ano dos unicorpses

Dez anos depois que o termo Unicórnio foi estabelecido o cenário atual está cada vez mais difícil para as startups conseguirem prosperar no mercado gerando vários “unicorpses”

Para onde correm os unicórnios?

Startups

Para onde correm os unicórnios?

Aileen Lee, sócia da Cowboy Ventures, dez anos depois de seu artigo "Welcome to the unicorn club" escreve uma nova análise sobre o futuro dessas empresas