s
Viviane Sedola CEO e fundadora da Dr. Cannabis (divulgação)
ENTREVISTA

Comunicando a disrupção

Viviane Sedola é CEO e fundadora da Dr. Cannabis, um marketplace disruptor que conecta médicos, pacientes e empresas importadoras para facilitar o acesso e ajudar nos processos burocráticos ligados à cannabis medicinal.

Por Cristina De Luca 20/09/2019

Desde 2014,  os brasileiros já gastaram cerca de 60 milhões de reais com a importação de medicamentos derivados da cannabis para o Brasil, segundo o advogado Claudio de Oliveira Mattos e a advogada Leticia Barhum Hailerespecializados em direito ligado a ciências da vida. O CFM (Conselho Federal de Medicina) autoriza médicos a prescrever derivados da cannabis para uso medicinal, e a Anvisa libera a importação caso a caso.

No ano passado, 911 médicos brasileiros prescreveram a cannabis medicinal, e 6 mil pacientes estão legalmente autorizados a importar e usar medicamentos feitos a partir dos extratos da planta, os famosos canabinoides, para tratar de doenças crônicas como dor e inflamação, controlar convulsões epilépticas devastadoras, minimizar os efeitos de tratamentos quimioterápicos e até melhorar a qualidade de vida de pacientes com Alzheimer.

"Todo brasileiro tem direito a se tratar com cannabis medicinal e talvez ele não saiba disso. Se ele quiser exercer esse direito a gente ajuda", diz a brasileira Viviane Sedola, empreendedora que no ano passado criou um marketplace "disruptor", o Dr. Cannabis, com o propósito de conectar médicos, pacientes e empresas importadoras e facilitar o acesso ajudando nos processos burocráticos e tirando as dúvidas dos dois lados da equação: médicos e pacientes.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Entrevista

"As mulheres não são convidadas para fazer parte da panelinha dos bo...

Cynthia Hobbs, CFO do GetNinjas, faz parte de um grupo reduzido de mulheres que procuram ampliar a presença feminina no alto escalão das companhias e nos conselhos das empresas

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Entrevista

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Para a brasiliense Viviane Cabral, CEO da Zinng, está mais que na hora das empresas brasileiras se conscientizarem que investir em eficiência energética é investir em aumento de produtividade

A Diferente quer te fazer comer melhor sem desperdiçar comida

Entrevista

A Diferente quer te fazer comer melhor sem desperdiçar comida

A foodtech une um serviço de assinatura com a recuperação de frutas, verduras e legumes fora do padrão, que seriam descartados, para ampliar o acesso aos orgânicos

Por Marina Hortélio
Um brasileiro nos bastidores da Bolsa de Nova York

Entrevista

Um brasileiro nos bastidores da Bolsa de Nova York

Alex Ibrahim, chefe de mercados internacionais da NYSE, sabe antes de muita gente quem vai fazer um IPO. Nessa entrevista, ele fala de Brasil, de América Latina e de como um IPO exige fôlego dos founders

Entrevista

"Sem um espaço para compartilhar vivências, com quem esse jovem vai...

As organizações precisam reimaginar e reconstruir espaços virtuais para que jovens profissionais que estão chegando ao mercado possam aprender e se desenvolver, diz a neurocientista Ana Carolina Souza

Entrevista

"O setor de construção está começando um ciclo de mudança"

E nesse ciclo entram novos modelos de construção e venda de imóveis, oportunidades de novos negócios e de reinventar o relacionamento com o cliente, diz Eduardo Fischer, CEO da MRV