s
Crédito: Pixabay

GESTÃO

Como pensar mais simples em 2021?

O importante é começar pela identificação do problema e ultrapassar nossos "pontos cegos" para analisar cenários

Por Silvia Bassi 16/01/2021

Um bom começo é não ignorar a complexidade do cenário em que estamos envolvidos, não apenas neste ano pós-pandêmico (ou será melhor dizer "ainda-pandêmico"?) mas nesta década que começou marcada pela ruptura do coronavírus. E aí investir, incansavelmente, em um modelo mental que privilegia a precisão na identificação do problema e a simplicidade – de processos, produtos e soluções.

LEIA MAIS
Como dar conta de tanta coisa?
Técnicas e métodos para priorização das estratégias de negócio e produto
Uma breve história da simplicidade

Ok, falamos o óbvio, você pode estar pensando. Não exatamente. Vamos começar pela complexidade e pela identificação do problema. Nossos cérebros tendem a ter "pontos cegos" (ou blind spots) quando analisamos cenários, como explica o especialista em preparação para crises e mudança de cultura organizacional, Eric McNulty.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Como dar conta de tanta coisa?

Tendências

Como dar conta de tanta coisa?

Para garantir que o que é mais importante seja feito e as melhores ideias tenham o devido espaço, é preciso foco e priorização

Por Soraia Yoshida
Técnicas e métodos para priorização das estratégias de negócio e produto

Liderança

Técnicas e métodos para priorização das estratégias de negócio e...

Por trás de cada estratégia vencedora existe um processo de design deliberado e decisões explícitas, coerentes e sincronizadas. Existe, também, priorização

Por Cristina De Luca
Uma breve história da simplicidade

Inovação

Uma breve história da simplicidade

Da filosofia da Grécia Antiga aos teóricos da economia digital, a busca pela simplicidade é um tema recorrente na vida em sociedade

Por João Ortega