s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

BioTechs e IA fazem o casamento perfeito

Está nascendo uma nova geração de startups que podem criar vida "do zero". Ou, pelo menos, várias proteínas

As empresas de BioTech já estão profundamente familiarizadas com a IA. Mas o que as tecnologias nos permitem fazer nesse campo está mudando rapidamente, afirmam os analistas da NFX. Prova disso são as três ondas que já assistimos e que começam a se encaixar para criar a próxima onda massiva de startups de BioTech:

  • A descoberta de medicamentos in silico (através da computação)
  • A descoberta de drogas fenotípicas;
  • E a IA generativa + simulação de estrutura de proteína.

A combinação desses fatores abriu caminho para a capacidade de gerar coisas novas. Temos modelos que “entendem” o cerne da proteinidade, desde a linguagem biológica que os compõe, até as estruturas que facilitam a função. E estamos desenvolvendo as ferramentas para projetá-los do zero.

A empresa do portfólio da NFX, Zip Therapeutics, desenvolveu um mecanismo de Machine Learning que pode pegar uma grande sequência de aminoácidos de proteína, entender as partes mais valiosas para a função e condensar essa proteína em uma forma menor, mas totalmente funcional. O resultado: uma nova proteína que nunca existiu antes na natureza, mas ainda eficaz e pequena o suficiente para caber em um vetor de adenovírus (resolvendo um gargalo de entrega para certas doenças monogênicas).

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A IA produtiva precisa ser confiável

Inteligência Artificial

A IA produtiva precisa ser confiável

Durante o evento SAS Innovate 2024, a fornecedora mostrou soluções para auxiliar clientes a aproveitar os benefícios da tecnologia com segurança.

AI Index 2024 impressiona

Inteligência Artificial

AI Index 2024 impressiona

O relatório publicado pelo HAI mostrou o amento significativo de foundation models. Apesar disso existe o desafio devido 72% desses lançamentos pertencem à indústria privada.

A desilusão da IA Generativa

Inteligência Artificial

A desilusão da IA Generativa

Muitos heavy users exigirão além do que a tecnologia pode entregar, e as próprias corporações, sem políticas de inovação nem dados estruturados, deixarão de aproveitar a promessa de eficiência

Por Yuri Gitahy *
Poderes e limitações dos robôs

Inteligência Artificial

Poderes e limitações dos robôs

Daniela Rus, roboticista e diretora do MIT CSAIL em parceria com Gregory Mone mostram como a robótica pode auxiliar a humanidade no futuro em um novo livro.

E a IA dominou a pista

Inteligência Artificial

E a IA dominou a pista

O relatório anual Enterprise Tech 30, que publica a lista das startups de tecnologia corporativa mais promissoras, na visão dos grandes VCs, mostra startups de IA ocupando espaços do SaaS.

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

Inteligência Artificial

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

"Momento desânimo" na comunidade de IA. A constatação de que os bilhões de dólares investidos não vão retornar tão rápido, faz nascer a ideia de uma bolha de IA Generativa. Mas...