s
Alona Fyshe no TED Talks Crédito Gilberto Tadday / TED
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A Inteligência Artificial nos entende, realmente?

"Se quisermos saber se a IA entende a linguagem como nós, precisamos saber o que ela está fazendo. É ou não um impostor?”

Alona Fyshe, professora assistente dos departamentos de Ciência da Computação e Psicologia da Universidade de Alberta, na Austrália, tem se dedicado a estudar os paralelos entre cérebros humanos e as redes neurais artificiais, sobre como aprendem e representam informações. Sua pesquisa se inspira no que sabemos sobre o cérebro para melhorar os modelos de linguagem, tornando-os mais eficientes e eficazes.

Ultimamente, ela usa o ChatGPT com seus alunos, por considerar notável o grande salto dado pela OpenAI em relação a tudo o que vimos anteriormente. “Deram uma noção da classificação entre as coisas que podem ser ditas após uma pergunta. O que é parte do motivo pelo qual é tão bem-sucedido”, explica.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

E a IA dominou a pista

Inteligência Artificial

E a IA dominou a pista

O relatório anual Enterprise Tech 30, que publica a lista das startups de tecnologia corporativa mais promissoras, na visão dos grandes VCs do Silicon Valley, mostra que as startups de IA estão ocupando espaços do SaaS.

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

Inteligência Artificial

Bolha de IA Generativa? Talvez não...

"Momento desânimo" na comunidade de IA. A constatação de que os bilhões de dólares investidos até agora não vão retornar tão rápido, faz nascer a ideia de uma bolha de IA Generativa.

Olá, head de GenAI!

Inteligência Artificial

Olá, head de GenAI!

Pensando na carreira? Tem cargo novo no mercado: Chefe Global de IA Generativa.

Da automação à autonomia

Inteligência Artificial

Da automação à autonomia

2024 será o ano dos Agentes de IA, que provarão ser mais do que apenas assistentes digitais. Serão catalisadores de transformações em todos os setores e na vida quotidiana.

Como fica a propriedade intelectual em tempos de IA Generativa?

Inteligência Artificial

Como fica a propriedade intelectual em tempos de IA Generativa?

E por que ela deve caminhar lado a lado com a proteção de dados pessoais?

Por Yasodara Cordova *
Tendências de IA a partir de 2024

Inteligência Artificial

Tendências de IA a partir de 2024

A corrida para 2028 já está acelerada. Empresas investem em tecnologias inovadoras, em fase inicial, para ganhar quando estiverem maduras. Aqui estão 29 tendências de IA que agitarão o circuito.