s
Créditos: (Annie Spratt/Unsplash)
INOVAÇÃO

2021: o ano dos unicórnios

Metade dos unicórnios "puros" brasileiros surgiram em 2021, confira a lista completa

Anúncios de novos unicórnios não faltaram em 2021. O ano bateu o recorde brasileiro de criação de empresas bilionárias — 10 startups locais atingiram o valuation mínimo US$ 1 bilhão. A última a alcançar a marca foi a Facily, cuja extensão da rodada de série D no valor de US$ 135 milhões foi anunciada em 23 de dezembro. Com esse número, o país terminou 2021 com 25 unicórnios, sendo 20 "puros" (usando a definição clássica que inclui apenas empresas de capital fechado) e cinco de capital aberto (Stone, Nubank, VTex, PagSeguro e Arco Educação). Somadas, essas empresas valem mais de US$ 100 bilhões.

O boom é resultado de um mercado favorável, com capital à disposição e mais maduro. O cenário é de cheques maiores, rodadas mais curtas e valuations disparados. Um exemplo do interesse pelas startups nacionais é a série G do Nubank, que somou US$ 1,15 bilhão. Após captar U$$ 400 milhões, em janeiro de 2021, a fintech levantou duas extensões da rodada, em junho. Uma delas, no valor de US$ 500 milhões, veio da Berkshire Hathaway.

Um levantamento realizado pelo Distrito comprova que o valor dos aportes tem crescido. No período entre 2007 e 2011, o valor médio de um cheque de série B era de US$ 5,14 milhões. A média subiu para US$ 9,41 milhões, entre 2012 e 2016, e atingiu US$ 26,87 milhões no período entre 2017 e setembro de 2021. Apenas os estágios de investimento anjo e pré-seed não registraram crescimento na média do valor dos cheques entre 2017 e 2021 na comparação com o período de 2007 a 2011.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Mais capital intelectual e capital semente para a Amazônia

Inovação

Mais capital intelectual e capital semente para a Amazônia

Um hackaton organizado pelo Apoema Hub busca contribuir para o desenvolvimento sustentável da região baseado no conceito de Service-as-a-Capital. Já ouviu falar?

O ranking para melhorar a relação entre startups e corporações

Inovação

O ranking para melhorar a relação entre startups e corporações

Com o ranking de Melhores Corporações para o Ecossistema Brasileiro de Startups, a The Bakery quer identificar as melhores práticas do mercado.

Estar na nuvem é cada vez mais estratégico

Tendências

Estar na nuvem é cada vez mais estratégico

Governos e empresas precisam considerar o valor da nuvem na reformulação da economia para o digital

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Economia

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Em cinco meses de 2022, o número de demissões já se iguala ao total de 2021. Sinais de falta de liquidez atingem principalmente as scale-ups

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Inovação

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Fechar parcerias com as startups é uma parte fundamental do processo de transformação digital do grupo

O futuro pertence às empresas adaptadas, desenvolvidas e evoluídas

Transformação Digital

O futuro pertence às empresas adaptadas, desenvolvidas e evoluídas

Na transformação digital, é preciso falar uma linguagem comum que não pode estar baseada na tecnologia e sim na estratégia