s
Pexels/Yan Krukov
INOVAÇÃO

Como as grandes empresas podem apoiar os inovadores

No momento de reconstrução das organizações pós-pandemia, as grandes empresas precisam apoiar os empreendedores sociais na criação de um novo paradigma de negócios

Por Isis Bous, Lex Mundi Pro Bono Foundation 16/11/2021

As empresas sociais impulsionam a mudança na economia global de duas maneiras muito importantes: abordando diretamente os difíceis desafios sociais e ambientais; e influenciando a comunidade empresarial como um todo a agir com responsabilidade. Essas “organizações de impacto” expandem o escopo do que é normal, possível e aceitável, criando uma economia global mais verde e inclusiva.

Essa influência é mais imperativa do que nunca, e a comunidade empresarial nunca esteve mais pronta para aceitá-la. O foco singular na perda de lucros da economia global moderna está começando a se afrouxar à medida que os países e organizações buscam uma melhor reconstrução no pós-pandemia. Os empreendedores sociais podem aproveitar este momento para ajudar a moldar um novo paradigma de negócios - e devem receber apoio para fazer isso.

A pressão do consumidor está encorajando as marcas a desenvolver uma consciência social

A conduta corporativa está sob os holofotes dado o poder das redes sociais de aumentar a pressão do consumidor, desafiando as marcas a não só fornecer produtos e serviços de qualidade, mas também agir como bons cidadãos globais. Da mesma forma, os funcionários estão exigindo que seus empregadores ajam com responsabilidade para ganhar seu serviço e lealdade. Não é incomum ouvir estatísticas como as que mostram que as marcas Sustainable Living Brands da Unilever, marcas guiadas pelo propósito, crescem 69% mais rápido do que o resto do negócio e são responsáveis por 75% do crescimento da empresa, ou Patagônia - com sua reputação de responsabilidade ambiental e sua missão orientada para o propósito - recebendo mais de 9 mil aplicações por vaga.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

5 tendências que vão guiar o mercado de energia renovável

Sustentabilidade

5 tendências que vão guiar o mercado de energia renovável

A indústria de energia eólica e de energia solar se prepara para dar um salto de crescimento a partir de 2022

Sustentabilidade X Agronegócio: uma parceria que pode abrir o mercado de créditos de carbono

Sustentabilidade

Sustentabilidade X Agronegócio: uma parceria que pode abrir o mercado...

Através de programas, como o PRO Carbono da Bayer Crop Science, seria possível envolver agricultores no sequestro de carbono em plantações com melhores práticas de manejo

Mudar, o maior dos desafios!

Gestão

Mudar, o maior dos desafios!

Como vamos aprender de forma contínua em nosso dia a dia? Quão abertos estamos para aprender e inovar de forma contínua?

Por Luiz Meisler *
Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Economia

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Em cinco meses de 2022, o número de demissões já se iguala ao total de 2021. Sinais de falta de liquidez atingem principalmente as scale-ups

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Inovação

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Fechar parcerias com as startups é uma parte fundamental do processo de transformação digital do grupo

Experiência do colaborador: precisamos olhar para EX

Tendências

Experiência do colaborador: precisamos olhar para EX

A boa ou a má experiência de um trabalhador pode influenciar sua decisão de mudar de emprego, voltar para uma empresa na qual trabalhou e a probabilidade de recomendar uma organização para outros talentos