s
Crédito: Pepi Stojanovski/Unsplash

ECONOMIA

Quanto vale o salário dos CEOs

Os CEOs das empresas de tecnologia estão ficando com o passe cada vez mais valorizado. Que o diga Elon Musk

Por Redação The Shift 23/11/2020

O que é um salário bom, mas muito bom para um CEO?

Segundo o Glassdoor, no Brasil o salário médio nacional de CEO está em R$ 202.865. Mas há quem esteja na ponta mais valorizada, com registro de R$ 455 mil. O que não fica muito longe do salário-base de Brian Chesky, CEO do Airbnb, considerando dólar alto e tudo o mais.

O registro do IPO da Airbnb revelou que Brian Chesky tem um salário de US$ 110 mil até outubro (os dados se referem sempre a salários anuais). É pouco comparado a outros salários-base de CEOs de empresas de tecnologia que abriram o capital neste ano, de acordo com The Information. Os únicos que aparecem abaixo dessa marca já tinham feito a vida em negócios anteriores, caso de Max Levchin, da Affirm, que foi um cofundador do Paypal, e de Dustin Moskovitz, da Asana, que é cofundador do Facebook. Levchin tinha um salário nominal de US$ 10 mil e Moskovitz, apenas um dólar.

Receba grátis nossa newsletter

De acordo com The Information, os CEOs de empresas de tecnologia que abriram capital este ano ganham, em média, US$ 422 mil no salário-base. O mais bem pago é Alexander Karp, da Palantir, cujo salário é de US$ 1,1 milhão.

Gráfico reproduz o salário de CEOs de companhias de tecnologia que vão realizar IPOs

Não é o caso de sentir pena de Chesky. Ele ficou extremamente rico com suas participações no Airbnb e, de acordo com a Dealogic, o valor de sua participação deverá ficar em US$ 4 bilhões ou mais após a oferta inicial de ações. Ele também se capitalizou ao vender US$ 40 milhões em ações nos primeiros anos do Airbnb – o que o coloca numa posição muito confortável, não importa o que aconteça daqui para frente.

O levantamento da Dealogic revelou ainda que o CEO da Lyft, Logan Green, ganhou US$ 401 mil no ano, antes da empresa abrir o capital., mas como cofundador, ele possuía 8,4 milhões de ações no valor de US$ 332 milhões. Já o CEO do Uber, Dara Khosrowshahi, ganhou US$ 1 milhão com um bônus de US$ 2 milhões.

O levantamento mostra que das 41 empresas, 40 são lideradas por homens. A exceção é a Amesite, que tem como CEO Ann Marie Sastry. Trata-se de uma plataforma baseada em Inteligência Artificial que vende produtos online para escolas e empresas. Ela recebeu US$ 350 mil.

A curiosidade por saber quem ganha quanto nos acompanha em todos os setores. Ao divulgar seu Bloomberg Pay Index este ano, foi impossível não notar que na lista dos dez mais bem pagos só há um representante do setor financeiro. Isso quer dizer que os bancos levaram a pior neste ano de pandemia? Não necessariamente. O banqueiro mais bem pago é o CEO da Well Fargo & Co, Charlie Sharf, com ganhos estimados em US$ 55,2 milhões até o final de 2019, segundo a Bloomberg.

Infographic Modern
Infogram

O levantamento aponta que hoje o passe dos CEOs de grandes empresas de tecnologias é o mais valorizado. Do Top 10, cinco comandam gigantes de tecnologia: Tim Cook na Apple; Sundar Pichai na Alphabet (Google); Robert Swan na Intel; Satya Nadella na Microsoft; e Elon Musk na Tesla.

Musk com seus carros elétricos e viagens espaciais, foi o executivo mais bem pago em 2019, com US$ 595,3 milhões. O dinheiro vem do acordo que ele fechou há alguns ano: uma promessa de que ganharia bilhões de dólares se a Tesla se tornasse uma das empresas mais valiosas do mundo. O que aconteceu em julho deste ano. A Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 209 bilhões e, nem bem um mês depois, chegou a US$ 279 bilhões – mais do que quatro vezes o valor combinado da General Motors e da Ford, vendendo apenas 4% dos veículos que as duas montadoras fecharam em 2019.

Nesta semana, as ações da Tesla fecharam em alta de 8% após o anúncio de que a companhia será incluída no S&P 500 a partir de dezembro. Quando isso acontecer oficialmente no dia 21, a Tesla será uma das dez companhias mais valiosas do indicador. Atualmente, ela está avaliada em cerca de US$ 420 bilhões. Se as ações se mantiverem nesse patamar, a Tesla poderia ser a maior a se juntar. Considerando tudo isso e o fato de que Elon Musk tem 20% da empresa e uma fortuna avaliada em US$ 117 bilhões que o coloca na terceira posição entre os mais ricos do mundo – perdendo apenas para Jeff Bezos, com seus US$ 184 bilhões, e Bill Gates, com US$ 129 bilhões – sua conta bancária deve ganhar mais alguns bilhões antes do final do ano.

Nem Papai Noel seria capaz de um presente desses.

Do dinheiro de plástico às startups, Roberto Pina é um promotor da inovação

Entrevista

Do dinheiro de plástico às startups, Roberto Pina é um promotor da...

Em entrevista exclusiva, o empreendedor, que participou da revolução do setor de pagamentos do Brasil, explica como hoje ajuda a transformar ideias em negócios

Por João Ortega
Fintechs têm nos desbancarizados uma oportunidade de R$ 800 bilhões

Fintechs

Fintechs têm nos desbancarizados uma oportunidade de R$ 800 bilhões

Entre os que não estão no sistema financeiro, 60% têm celular e acesso à internet, o que facilita o crescimento das plataformas digitais

Por João Ortega
Guerra? Não! Veja tudo o que você precisa saber sobre as chaves PIX

The Shift 360°

Guerra? Não! Veja tudo o que você precisa saber sobre as chaves PIX

Para começar, ela é opcional. Não é preciso ter uma chave para usar o sistema. Mas ela facilita muito o envio e recebimento de recursos. Vale estudar bem as opções do mercado antes de fazer o cadastro

Por Cristina De Luca