s
Crédito: Shutterstock

BRANDED CONTENT

O 5G é o motor do desenvolvimento da economia no país

Tecnologia tem potencial para gerar novas receitas, criar e transformar milhões de empregos em todos os setores da economia

Por The Shift Marketing Services * 01/04/2021

Frequentemente, quando o 5G é discutido, o foco recai no impacto que ele terá no mercado consumidor. Mas a tecnologia também abrirá novas e significativas oportunidades de receita para muitos negócios, permitindo casos de uso inovadores e impossíveis de escalar comercialmente com as tecnologias existentes. Portanto, o 5G não apenas irá melhorar a indústria das comunicações; ele remodelará por completo a aplicação de cinco pilares básicos para os negócios digitais: conectividade, IA, nuvem, processamento de dados e aplicativos industriais. E, ao fazê-lo, criará oportunidades para o desenvolvimento econômico.

Até o momento, apenas um pequeno número de estudos tentou estimar o impacto macroeconômico do 5G em todo o mundo. Mas todos são unânimes em afirmar que essa nova geração mudará profundamente algumas indústrias. Portanto, atrasar a sua implementação pode gerar desvantagem competitiva. Com velocidades de dados mais rápidas, maior densidade de dispositivos e latência ultrabaixa, o 5G se tornará a base para a inovação digital nessa década.

Na opinião da PwC, por exemplo, o 5G oferecerá às empresas uma plataforma de dados eficiente através da qual será possível recuperar (a até ampliar) receitas e atividade perdidas durante a pandemia de Covid-19; repensar toda a operação das empresas, desde as ofertas de produtos e abordagens de mercado até os segmentos e as geografias nas quais operam; alavancar o uso de outras tecnologias emergentes como a Inteligência Artificial (IA), a Realidade Aumentada (XR), a Edge Computing e a Internet das Coisas (IoT); e construir confiança.

A princípio, o 5G contribuirá para a atividade econômica diretamente por meio da implantação de infraestrutura de rede. Mas, à medida que as redes continuarem a ser implementadas e aprimoradas, uma onda ainda maior de atividade econômica ocorrerá indiretamente, através do surgimento de novos e aprimorados casos de uso.

Por exemplo, a comunicação em tempo real e os dispositivos RA / RV deverão aprimorar a tendência de personalização. Isso estimulará o crescimento não apenas no varejo, mas também em setores upstream, como manufatura, e em setores adjacentes, como mídia, na opinião do BCG.

Da mesma forma, o mobile banking e as carteiras digitais habilitados para 5G impulsionarão a inovação de produtos e serviços no setor financeiro. E o controle inteligente de tráfego melhorará não só o transporte, como poderá impulsionar setores como viagens e turismo, restaurantes e varejo.

A banda larga móvel extrema (eMBB) permitirá videoconferência móvel sem atrasos, streaming móvel de alta definição em áreas lotadas e conectividade mais estável.

O acesso fixo sem fio (FWA) alavancará as redes para levar o serviço de banda larga para residências e empresas. Isso expandirá a conectividade de alta velocidade com a Internet e as opções do consumidor.

A massificação da Internet das Coisas, por sua vez, dependerá de uma densidade extremamente alta de dispositivos conectados. Sua criação será auxiliada pelo menor consumo de energia das redes 5G, o que prolongará a vida útil das baterias dos sensores e minimizará a necessidade de substituições, principalmente em locais de difícil acesso.

E a IoT de missão crítica se beneficiará da latência ultrabaixa das redes 5G, segurança aprimorada (permitindo a transmissão de dados confidenciais) e nova flexibilidade de rede.

As empresas poderão usar sensores conectados a redes 5G para melhorar sua capacidade de rastrear matérias-primas e componentes em toda a sua cadeia de suprimentos. Isso ajudará os funcionários, que poderão colaborar remotamente e fazer conferências em movimento, a otimizar as rotas de transporte e reduzir os requisitos de estoque.

Na indústria 4.0, sensores com latência extremamente baixa garantirão que robôs e funcionários possam trabalhar lado a lado e se comunicar instantaneamente para otimizar suas ações.

Já a telemedicina habilitada para 5G, combinada com aplicativos de realidade aumentada (AR), aumentará o acesso a prestadores de cuidados de saúde.  Durante as emergências, os sensores da cidade inteligente permitirão a implantação de equipes de resposta a emergências mais rápidas e informadas.

Mesmo essas projeções futurísticas oferecem apenas uma prévia do potencial do 5G. Nossa criatividade definirá os limites. Não por acaso, o IHS Markit projeta que a cadeia de valor global do 5G irá gerar US$ 13,2 trilhões de produção econômica global e sustentar 22,3 milhões de empregos em 2035.

Sua empresa já está antenada nessa revolução?

—————————————————————————————————————————–

(*) Este post é parte do programa de Marketing Services da The Shift. Seu conteúdo foi produzido em parceria com a Huawei Brasil.

O 5G está longe de ser ‘apenas mais um G’

BRANDED CONTENT

O 5G está longe de ser ‘apenas mais um G’

Tecnologia promete disruptar mercados existentes, possibilitar novos modelos de negócios e alterar o cenário competitivo em vários setores

Por The Shift Marketing Services *
5G vai levar a um maior uso de IoT

BRANDED CONTENT

5G vai levar a um maior uso de IoT

Complementares, as duas tecnologias irão revolucionar completamente nossas vidas

Por The Shift Marketing Services *
O 5G será uma revolução para a medicina

BRANDED CONTENT

O 5G será uma revolução para a medicina

Novos casos de uso permitirão que médicos e pacientes fiquem mais conectados que nunca. Os benefícios serão sentidos, de forma diferente, por cada participante da cadeia de valor da Saúde

Por The Shift Marketing Services *
Cibersegurança é uma obrigação também no mundo 5G

BRANDED CONTENT

Cibersegurança é uma obrigação também no mundo 5G

Uma rede 5G segura não só beneficiará fornecedores e provedores de serviços, como também aumentará a confiança do consumidor

Por The Shift Marketing Services *