s
Crédito: Mpho Mojapelo/Unsplash

CARREIRA

Dormir, sonhar… para ter boas ideias

Você dormiu o suficiente em 2019? Pelo estudo da Ipsos, que faz parte do infográfico da Raconteur mapeando o sono global, tem 55% de chances da sua resposta ser não, se você vive no Brasil

Por Redação The Shift 23/12/2019

Você dormiu o suficiente em 2019? Pelo estudo da Ipsos, que faz parte do gigantesco infográfico da Raconteur mapeando o sono global, tem 55% de chances da sua resposta ser não, se você vive no Brasil. Só 45% dos brasileiros disseram ter uma boa noite de sono, um pouco menos que a média global (49%) e muito menos que os indianos, que foram os campeões no ranking com 69% de respostas positivas.

E por que isso é tão importante? Porque segundo um artigo publicado no blog do World Economic Forum (WEF), uma boa noite de sono "lava seu cérebro" das toxinas acumuladas no dia, deixando-o pronto para ter novas ideias. A falta de sono causa mais problemas do que pensamos, a ponto de empresas como o Google, por exemplo, terem um "consultor de sono", nesse caso o professor Matthew Walker, um neurocientista da UC Berkeley, autor do livro Why We Sleep: The New Science of Sleep and Dreams, que virou best-seller desde 2017 por conta das descobertas de Walker ligando sono a um grande número de doenças, entre elas depressão, problemas cardíacos e Alzheimer. Walker não negocia: dorme das 22h30 às 6h30 todos os dias.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Futuro do trabalho: como manter a cultura e o engajamento

Tendências

Futuro do trabalho: como manter a cultura e o engajamento

A evolução da experiência do trabalho em escritório para uma forma híbrida tem que passar por maneiras de engajar a equipe e preservar a cultura

Por Soraia Yoshida
Sua empresa contrata inovadores ou bons trabalhadores?

Tendências

Sua empresa contrata inovadores ou bons trabalhadores?

O perfil dos profissionais mais inovadores é de pessoas curiosas, que aceitam riscos, mas que querem ultrapassar barreiras

Por Soraia Yoshida
O que o balé tem a ver com gestão

Carreira

O que o balé tem a ver com gestão

Daniela Riccardi estudou dança durante 12 anos e levou a disciplina do balé para sua carreira na Procter & Gamble, Diesel, Baccarat e agora Moleskine

Por Redação The Shift
Simon Sinek: mentoria é uma amizade que evolui

Carreira

Simon Sinek: mentoria é uma amizade que evolui

O autor de "Start with Why" diz que na mentoria, a relação é de troca, não de um professor com seu aluno

Por Redação The Shift
Cibersegurança: 5 pontos para discutir no planejamento 2021

Inteligência Artificial

Cibersegurança: 5 pontos para discutir no planejamento 2021

Pesquisa aponta preocupação das companhias com resiliência, busca de talentos para preencher vagas e estratégias para se preparar para ataques em nuvem

Por Redação The Shift
Cinco profissões relacionadas a dados mais valorizadas no Brasil

Tendências

Cinco profissões relacionadas a dados mais valorizadas no Brasil

Eles têm a a missão de repensar, adaptar e colocar em prática os modelos de negócio, para que a continuidade da operação se tornasse possível e viável, inclusive à distância

Por Redação The Shift