s
Crédito: Kervin Edward Lara/Pexels

SUSTENTABILIDADE

Bons ventos carregam investimento em energia eólica no Brasil

As companhias chinesas estão no controle de 16% da capacidade de geração de energia eólica e 21% da capacidade solar no país

Por Soraia Yoshida 27/10/2020

Bons ventos carreguem os investimentos em energia eólica no Brasil. A matriz de energia limpa atrai investidores, No Fórum de Investimento de Nova Energia promovido pela Nordic e pela APEX, realizado em formato webinar, o Brasil reforçou seu perfil de produtor de energia mais limpa. "Da capacidade instalada no Brasil, 82% é renovável", afirmou Matheus Cruz, especialista da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Desse total, 63% da energia vem de hidrelétricas e 9% de usinas eólicas. "Atualmente, 11% da produção de energia vem do vento e do sol e isso vai crescer até alcançar 20% nos próximos dez anos".

Além da boa notícia para o meio ambiente, vem a questão óbvia de mais investimentos para o país. Até 2035, a BloombergNEF projeta que a geração de energia eólica e solar vai exceder 60 gigawatts, atraindo mais de US$ 50 bilhões em investimento. E de acordo com o BNEF-Climatescopes 2019, o Brasil é o terceiro país mais atrativo para investimentos em energia limpa.

A maioria dos investimentos vêm da Europa e, principalmente, da China, o que deixa menos espaço para as empresas brasileiras em um setor considerado estratégico. No ano passado, companhias chinesas fecharam aquisições que colocaram quase um quinto da capacidade de energia solar e éolica sob seu controle.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

Como tornar a sustentabilidade central para os negócios

Sustentabilidade

Como tornar a sustentabilidade central para os negócios

Uma pesquisa mostra que os Heads de Sustentabilidade das empresas adotam três abordagens distintas: assimilação, mobilização e transição. Cada abordagem é caracterizada por microestratégias distintas que os indivíduos empregam par...

Por Sarah Birrell Ivory e Brad McKay, The Conversation
Lixo eletrônico cresce 21% no mundo – e a reciclagem não dá conta

Sustentabilidade

Lixo eletrônico cresce 21% no mundo – e a reciclagem não dá conta

Somente em 2019, o mundo gerou 53,6 milhões de toneladas de lixo eletrônico. Isso significa cerca de 7,3 quilos por pessoa

Por Vanessa Forti, The Conversation
Tornar-se verde deveria ser estratégia chave pós-pandemia

Sustentabilidade

Tornar-se verde deveria ser estratégia chave pós-pandemia

A introdução de processos internos mirando a sustentabilidade e contratação de funcionários para promover práticas mais ecológicas pode atrair investimentos

Por Jagannadha Pawan Tamvada e Mili Shrivastava, The Conversation